Tamanho do texto

Estádio do clube era o favorito para receber o Mundial de 2014, mas perdeu espaço para a nova casa corintiana

Um ano depois de a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) anunciar a exclusão definitiva do estádio do Morumbi da Copa do Mundo de 2014, o São Paulo relembrou, por meio de nota oficial, que as obras para modernização do seu palco de jogos seguem sendo realizadas , assim como informou ao iG o chefe do Comitê Morumbi 2014, José Francisco Manssur.

Siga o iG São Paulo e o autor Mário André Monteiro no Twitter

Estádio do Morumbi terá preparação para receber outros eventos esportivos, além do futebol
Guilherme Tosetto, iG São Paulo
Estádio do Morumbi terá preparação para receber outros eventos esportivos, além do futebol
Para o clube, a entidada máxima do futebol nacional é a principal responsável pela manobra que retirou o Morumbi do Mundial. "O São Paulo informa que, em nenhum momento, parou de trabalhar na modernização de sua arena e assim continuará fazendo, incessantemente, observando, no que couber, os projetos formulados em vista das adaptações para a Copa de 2014 e os cronogramas então elaborados", diz um trecho do comunicado.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

A casa são-paulina era a favorita da capital paulista para receber partidas do Mundial, inclusive a cerimônia de abertura do evento. O estádio chegou a receber diversas vistorias da Fifa, mas, sem conseguir dar garantias financeiras para as obras de modernização, o São Paulo viu o Morumbi perder o posto para o futuro estádio do Corinthians, em Itaquera.

O clube aproveitou ainda para agradecer o apoio da opinião pública e o "trabalho isento da imprensa, que fez e faz de forma brilhante o seu papel fiscalizador ao comentar os fatos daquele momento tormentoso e de todas as situações que, desde então e até hoje, revelam cenário de incerteza e indefinição".

Veja como o Morumbi deverá ficar e imagens das reformas no estádio :

Confira a nota na íntegra :

Passado um ano desde que o site da CBF postou anúncio lacônico e arbitrário da suposta exclusão do Estádio do Morumbi da Copa do Mundo de 2014, é o momento de o São Paulo Futebol Clube vir a público para agradecer e prestar contas.

Agradecer pelo maciço apoio que recebeu da opinião pública Paulista e Brasileira desde então, refletida nas inúmeras manifestações de solidariedade e indignação que cidadãos que, independentemente da paixão clubísitica que professam, entenderam no ato praticado violência injustificada não contra um Clube, mas contra a Cidade de São Paulo e, do alto de sua importância, contra o Brasil.

Para tanto, essencial reconhecer o trabalho da imprensa isenta, que fez e faz de forma brilhante o seu papel fiscalizador ao comentar os fatos daquele momento tormentoso e de todas as situações que, desde então e até hoje, revelam cenário de incerteza e indefinição.

A imprensa informa, opina, reverbera e amplifica a voz e o pensamento do cidadão em sua casa e nas ruas e nisso faz do seu ofício função nobre e essencial para a Democracia.

Ao prestar contas, o São Paulo informa que, em nenhum momento, parou de trabalhar na modernização de sua arena e assim continuará fazendo, incessantemente, observando, no que couber, os projetos formulados em vista das adaptações para a Copa de 2014 e os cronogramas então elaborados.

O Estádio do Morumbi em junho de 2011 já tem praticamente concluída a reforma do Setor Inferior, em andamento a reforma do Setor Intermediário e o Clube trabalha para viabilizar a construção da cobertura de todos os seus assentos.

A População Paulista e Brasileira pode estar segura de que o reconhecimento do São Paulo Futebol Clube ao apoio recebido em todos os momentos se dará no esforço do Clube em tornar o Estádio do Morumbi ainda mais confortável e moderno, de modo que, quando 2014 chegar, São Paulo terá o Estádio do Morumbi pronto e preparado para continuar recebendo os maiores eventos esportivos e culturais realizados na Cidade de São Paulo.

*Com Gazeta Esportiva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.