Diretor de futebol João Paulo de Jesus Lopes ainda comentou a possível contratação de Fabrício e a saída de Casemiro

O São Paulo pretende reformular seu elenco e pode contratar até nove jogadores para a próxima temporada. E o primeiro reforço deve ser oficializado nesta quinta-feira, quando haverá uma reunião para fechar negócio com o zagueiro Paulo Miranda , que defendeu o Bahia no último Campeonato Brasileiro.

E MAIS: Alvo do São Paulo, Jadson admite que quer voltar para o Brasil em 2012

A expectativa da diretoria tricolor é trazer jogadores para todos os setores da equipe. Além do defensor, os cartolas ainda buscam por um meia e um atacante, e os nomes que aparecem com mais força são os de Jadson, do Shakhtar Donetsk , Montillo e Fabrício, ambos do Cruzeiro, e Nilmar, do Villarreal.

São Paulo procurou saber situação de Montillo, mas esbarrou no alto valor pedido pelo Cruzeiro
Vipcomm
São Paulo procurou saber situação de Montillo, mas esbarrou no alto valor pedido pelo Cruzeiro
Sobre o atacante que está na Espanha, o diretor de futebol João Paulo de Jesus Lopes confirmou que o São Paulo fez uma apenas uma consulta. "O São Paulo o procurou, mas não há nada em andamento. Na medida que o procurou, entendemos ser um ótimo jogador", disse o dirigente em entrevista à "Rádio Globo".

Na negociação de Nilmar, surgiram informações da possibilidade do volante Casemiro ser incluído como parte de pagamento. João Paulo de Jesus Lopes, porém, rejeitou fazer a troca. "Só vamos nos desfazer do atleta com uma proposta irrecusável", disse o cartola sobre seu jovem meio-campista.

Siga o iG São Paulo no Twitter

Na questão de Fabrício, João Paulo rebateu o Cruzeiro , que reclamou da falta de ética do São Paulo na negociação. "Não existe falta de ética, o Cruzeiro não tem condição de ensinar ética. O São Paulo recentemente teve o Dagoberto assinando um pré-contrato com o Inter e, em nenhum momento, falamos em algo irregular", ironizou o dirigente.

Além de Fabrício, o Cruzeiro conta com outro meio-campista que está nos planos do São Paulo: o argentino Montillo. O grande problema é viabilizar o negócio na parte financeira, segundo João Paulo de Jesus Lopes. "Com os números colocados, estamos fora das cogitações", rebateu. O clube mineiro já avisou que o meia não sai de Minas por menos de 15 milhões de euros (R$ 36 milhões).

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e deixe o clube em 1º lugar

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.