Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São Paulo completa um mês sem jogar como mandante no Morumbi

Por conta de shows e punição da Federação Paulista, time ainda levará duas semanas para voltar ao estádio

Levi Guimarães, iG São Paulo |

Enquanto o Corinthians tenta agilizar o início das obras de seu estádio em Itaquera e o Palmeiras segue resolvendo as questões relacionadas à reforma do Palestra Itália, o São Paulo é o único time do chamado “Trio de ferro” paulista a contar com uma arena própria. A equipe dona do Morumbi, no entanto, tem vivido longe de seu estádio. Nesta quarta-feira, completa-se um mês sem jogos no local.

A última partida disputada no Morumbi foi no dia 13 de março, quando o São Paulo venceu o Santo André por 3 a 0. Desde então, foram três jogos como mandante longe da capital, na Arena Barueri, por conta dos shows musicais realizados no estádio, da banda inglesa Iron Maiden, no dia 26 de março, e dos irlandeses do U2 no último fim de semana e esta noite.

E esse longo período sem jogar no próprio estádio ainda está relativamente longe de terminar. Punido com a perda do mando de campo em duas partidas por conta de mau comportamento da torcida no clássico contra o Corinthians (na Arena Barueri), o São Paulo jogará em Mogi Mirim contra o Oeste pela última rodada da fase de grupos do Paulistão e em local ainda indefinido nas quartas-de-final do Estadual.

Assim, a volta ao Morumbi acontecerá apenas na partida de volta das quartas-de-final da Copa do Brasil. Depois de enfrentar o Goiás no Serra Dourada no jogo de ida na próxima quarta-feira, o São Paulo receberá a equipe do Centro-Oeste em seu estádio no dia 27 de abril, em confronto que pode marcar o retorno do atacante Luis Fabiano aos gramados brasileiros.

Se a saudade de jogadores e torcedores do estádio são-paulino é grande, pelo menos eles podem comemorar que o período longe do estádio não teve, até agora, consequências negativas no desempenho da equipe. Pelo contrário. Em sete partidas disputadas no Morumbi em 2011, o aproveitamento foi de 76,2%, com cinco vitórias, um empate e uma derrota. Já nos três jogos como mandante na Arena Barueri, todas tiveram vitórias dos comandados de Paulo César Carpegiani.

Surpreendentemente, até a média de público foi melhor jogando em um está com capacidade de público menor. No Morumbi, a média no ano é de 14048 pagantes por jogo, com o melhor público sendo o do clássico contra o Palmeiras, 26138. Na Arena Barueria, a média sobe para 14870 pagantes por partida, com destaque para os 21066 presentes no jogo contra o Santa Cruz pela Copa do Brasil, recorde de público da história do estádio.

No Morumbi, o único evento destinado à torcida do próprio São Paulo que contou com um público excelente foi a apresentação de Luis Fabiano. Cerca de 45 mil pessoas estiveram no estádio no dia 29 de março, um público que não se reunia no local desde a eliminação diante do Internacional na semifinal da Libertadores 2010.

Recentemente, o iG publicou reportagem mostrando todas as reformas pelas quais o estádio do São Paulo está passando, mesmo sem ter sido escolhido para sediar jogos da Copa do Mundo [veja galeria acima]. Cada vez mais modernizado, o Morumbi segue sendo o maior palco do futebol na cidade, pelo menos enquanto as arenas dos dois rivais não ficam prontas. O torcedor do clube, porém, deve esperar ficar menos tempo sem oportunidade de assistir ao time jogando na própria casa.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG