Tamanho do texto

Última vitória da equipe paulista sobre o rival baiano aconteceu no Brasileirão de 1996

O estádio do Morumbi recebe na noite desta quinta-feira o duelo de tricolores entre São Paulo e Bahia , válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro . Vindo de uma derrota para o Vasco, o time paulista caiu para a quinta colocação na tabela e quer um triunfo diante da torcida para retomar o terceiro posto e ficar a três pontos do líder. Já os baianos, que venceram o Figueirense no fim de semana, segue na parte de baixo da classificação e tenta vencer para respirar.

Reinaldo, do Bahia, já atuou no rival
Divulgalção
Reinaldo, do Bahia, já atuou no rival
Siga o iG São Paulo no Twitter

Os dois clubes voltam a se enfrentar após um longo tempo. O último confronto entre São Paulo e Bahia aconteceu no Brasileiro de 2003, na Fonte Nova, em jogo que terminou em 3 a 0 para os baianos. Já a última vitória paulista aconteceu no longínquo ano de 1996. Na oportunidade, também pelo Brasileiro, o São Paulo venceu por 5 a 2, no Morumbi. O colombiano Aristizábal foi o destaque da partida, marcando dois gols.

Os anfitriões não terão o zagueiro Xandão, que sofreu um estiramento muscular na coxa, mas contam com os retornos de Denilson e Juan, que não atuaram no domingo por estarem suspensos. Como o lateral direito paraguaio Iván Piris será mantido na equipe titular, quem perderá a vaga ente os 11 iniciais é Jean. Na zaga, ao lado de Rhodolfo, Adilson Batista já confirmou o jovem Luiz Eduardo.

Entre para a Torcida Virtual do seu time e convide os amigos

Será o reencontro do treinador são-paulino com o Bahia. Foi a equipe nordestina a responsável pela sua demissão do Atlético-PR, ainda dentro da atual edição do Brasileiro.

"O Bahia é um adversário que joga bem fora de casa. Quando os enfrentei, deram quatro contra-ataques e venceram por 2 a 0. Têm um grande treinador, que é o René Simões, e bons jogadores que fazem um time rápido na saída. Precisamos ter os devidos cuidados, de muita atenção", disse Adilson.

O meia Rivaldo, que será titular pela 6ª vez seguida, quer uma vitória em casa para superar a desconfiança dos torcedores. "Temos de jogar sem medo das vaias e mostrar que quem manda no Morumbi é o São Paulo. Não podemos perder pontos em casa", ressaltou o experiente camisa 10.

Reinaldo, do Bahia, já atuou no rival
Divulgalção
Reinaldo, do Bahia, já atuou no rival
Do lado do Bahia, o técnico René Simões realizou alguns testes no último treinamento e praticamente confirmou a equipe que entra em campo nesta quinta. Carlos Alberto segue vetado, enquanto ainda não se recupera de uma virose. Para o posto, Lulinha assegurou sua vaga e o experiente Ricardinho será opção no banco de reservas. Diones, Fahel e Fabinho completam o setor de meio campo.

No penúltimo encontro entre as duas equipes, no primeiro turno de 2003, o atacante Reinaldo foi o autor dos dois gols do São Paulo no empate por 2 a 2. Desta vez do outro lado, o atacante deixou claro que buscará mais uma vez balançar as redes adversárias.

"Faz tempo, mas eu lembro desse jogo. O Nonato marcou também marcou dois gols. Foi uma época boa, mas agora defendo o Bahia e tenho muito orgulho de vestir essa camisa. Espero agora fazer gols lá no Morumbi defendendo essa camisa", disse o centroavante, que formará dupla ofensiva com Jobson.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X BAHIA

Local : estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data : 4 de agosto de 2011, quinta-feira
Horário : 21 horas (de Brasília)
Árbitro : Marcio Chagas da Silva (RS)
Assistentes : Marcelo Bertanha Barison e Jose Chaves Franco Filho (ambos do RS)

SÃO PAULO : Rogério Ceni; Piris, Rhodolfo, Luiz Eduardo e Juan; Denilson, Carlinhos Paraíba, Wellington e Rivaldo; Lucas e Dagoberto. Técnico : Adilson Batista

BAHIA : Marcelo Lomba; Marcos, Titi, Paulo Miranda e Ávine; Fahel, Fabinho, Diones e Lulinha; Jobson e Reinaldo. Técnico : René Simões

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.