Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São Paulo admite risco de perder o zagueiro Miranda

Vice-presidente de futebol diz que o jogador deve continuar no clube se não surgir proposta do exterior, mas se surgir ¿é muito difícil concorrer¿

Levi Guimarães, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882707423&_c_=MiGComponente_C

Enquanto procura reforços para a temporada 2011, o São Paulo também se preocupa em negociar a permanência de algumas peças importantes para a equipe, como é o caso do zagueiro Miranda. O clube, porém, já admite que será difícil renovar o contrato do jogador caso ele receba alguma proposta do exterior.

Miranda tem contrato até o meio de 2011, quando poderá deixar o São Paulo sem qualquer custo para um possível novo clube. Ele chegou a manifestar o desejo de permanecer no São Paulo, mas a primeira proposta de renovação apresentada pelo clube parece não ter agradado. Por isso, ele ainda estaria esperando receber propostas de fora do país.

Vipcomm
Zagueiro Miranda tem contrato com o clube do Morumbi até o meio de 2011

Nós estamos esperando o retorno dele, para nos dizer o que ele quer em razão da proposta que nós fizemos para ele. É evidente que ele está esperando o mercado para ver se surge algum negócio de fora. Se não surgir a chance dele continuar no São Paulo é grande, afirmou o vice-presidente de futebol Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, em entrevista ao iG.

Caso o São Paulo não consiga renovar o contrato, precisaria negociar os direitos federativos do jogador antes do final de 2010 para obter algum lucro com a saída dele. Mas como a negociação deve se estender pelo menos até janeiro, é real o risco de que Miranda saia de graça, já que os atletas podem assinar pré-contratos com outras equipes a partir de seis meses antes do final do contrato.

O risco existe em qualquer circunstância. Nós já estamos conversando com ele há um mês e meio. É um risco inerente, diz Leco. O São Paulo apresentou uma proposta para ele e ele ficou de responder. Se surgir proposta de fora, para gente concorrer é muito difícil, completou.

Leia tudo sobre: futebolmercado da bolasão paulo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG