Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São Paulo acorda no 2º tempo, derrota o Ceará e se classifica

Cícero, Lucas e Dagoberto fizeram os gols que garantiram o São Paulo nas oitavas de final da Copa Sul-Americana

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

O São Paulo conseguiu reverter a vantagem do Ceará e avançou às oitavas de final da Copa Sul-Americana. De quebra, os 3 a 0 diante da torcida fazem com que o clima de desconfiança que paira sobre a equipe em jogos dentro do Morumbi fique de lado. Na próxima fase, o time paulista encara Juan Aurich-PER, La Equidad-COL ou Libertad-PAR. Os dois primeiros ainda se enfrentam para decidir quem joga contra os paraguaios.

Siga o iG São Paulo no Twitter

O primeiro tempo foi amplamente dominado pelo São Paulo. O goleiro Rogério Ceni mal tocou na bola e só assistiu à partida. Mas, apesar do maior volume de jogo, os donos da casa não conseguiram transformar a superioridade em gols.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

O time acordou no segundo tempo e, antes dos 20 minutos, já tinha resolvido a classificação. Aos 11 minutos, Cícero apareceu como centroavante na área e fez um belo gol, abrindo o placar. Aos 16, Lucas arriscou de fora da área para ampliar. Quatro minutos mais tarde, Lucas puxou contra-ataque e serviu Dagoberto, que anotou o 3º e último tento são-paulino de perna esquerda.

O São Paulo volta a campo no domingo, desta vez pelo Campeonato Brasileiro. O rival é o Santos, na Vila Belmiro, na última rodada do primeiro turno. Já o Ceará recebe o Bahia no estádio Presidente Vargas, no mesmo dia.

O jogo
Precisando vencer, o São Paulo partiu com tudo para cima do Ceará. A pressão foi enorme desde o primeiro minuto de jogo, com as jogadas sendo construídas principalmente pelo lado esquerdo. Aos cinco, Juan acertou bom chute de fora da área, mas a bola foi para fora, passando bem perto da trave direita do goleiro Diego.

Apesar do maior volume de jogo, o time da casa não criava boas chances para marcar, mas seguia acuando os visitantes em seu campo de defesa. Aos 23, Fernandinho recebeu a bola próximo à meia-lua da grande área, girou sobre o zagueiro e chutou forte. Ela balançou a rede pelo lado de fora. Depois desse lance, o atacante se machucou e saiu para a entrada de Cícero.

A partir dos 30 minutos, o Ceará conseguiu esfriar o ímpeto do São Paulo e passou a tocar mais a bola no meio de campo. Mesmo assim, sem assustar Rogério Ceni, um mero espectador até então. Os anfitriões apostavam nas arrancadas do zagueiro João Filipe, que virou ponta em alguns momentos e tentou levar o time ao ataque.

AE
Cícero abriu o placar no Morumbi
Na segunda etapa, logo com um minuto, quase o São Paulo abriu o placar. Após cobrança de falta de Dagoberto, a zaga desviou para trás e a bola saiu raspando a trave de Diego. Um minuto mais tarde, Cícero cobrou falta da intermediária com muita violência, mas o goleiro cearense espalmou para escanteio.

Aos 11  minutos, Cícero apareceu de novo. Mas dessa vez, com gol. Carlinhos Paraíba cruzou da esquerda e o meia apareceu como um verdadeiro centroavante no meio da área para dominar a bola no peito e tocar com tranquilidade na saída do goleiro adversário. Um belo tento do camisa 16 tricolor.

O placar já garantia o São Paulo na próxima fase, mas a equipe de Adilson Batista partiu em busca de mais gols. E conseguiu. Aos 16 minutos, Lucas recebeu na direita, perto do bico da grande área, e soltou uma bomba. A bola entrou no canto direito de Diego, que nada pôde fazer.

Quatro minutos mais tarde, o prego que faltava no caixão cearense. Lucas puxou contra-ataque pela direita e viu Dagoberto entrando livre do outro lado. O camisa 25 dominou na área e, de perna esquerda, tocou por baixo do arqueiro: 3 a 0. Dagoberto teve a chance de ampliar aos 24, mas chutou em cima da marcação.

Com a classificação já definida, Rivaldo entrou em campo para cadenciar a partida. O São Paulo ainda teve três chances em chutes de fora, duas com Dagoberto e uma com Carlinhos Paraíba, mas não conseguiu ampliar. Sem poder de reação, o Ceará não assustou os donos da casa, que ficaram com a vaga nas oitavas da Copa Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 3 X 0 CEARÁ

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 24 de agosto de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Público: 23.344 (pagantes);
Renda: R$ 319.440 (bruta); R$ 119.118,54 (líquida)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (Fifa-RJ) e Marcelo Van Gasse (Fifa-SP)
Cartão amarelo: Heleno, Edmilson (CEA); Dagoberto (SP)

GOLS:
SÃO PAULO: Cícero, aos 11' do 2º tempo; Lucas, aos 16' do 2º tempo; Dagoberto, aos 20' do 2º tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Piris, João Filipe, Rhodolfo e Juan; Wellington, Casemiro (Jean), Carlinhos Paraíba e Lucas (Rivaldo); Fernandinho (Cícero) e Dagoberto. Técnico: Adilson Batista

CEARÁ: Diego, Boiadeiro (Felipe Azevedo), Fabricio, Anderson Luis e Egidio; Edmilson (Roger), Michel, heleno e Tiago Humberto (Eusébio); Nicacio e Osvaldo. Técnico: Vagner Mancini.

Leia tudo sobre: São PauloCearáCopa Sul-Americana 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG