Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São Caetano tem pênalti anulado, mas bate o Sport de virada

O resultado favorece ao América-MG, que bateu o Guaratinguetá na sexta-feira e agora tem 58 pontos contra 54 do Sport

Gazeta Esportiva |

Lutando para voltar ao G-4 da Série B nesta reta final de competição, o Sport viu sua desvantagem aumentar de um para quatro pontos nesta rodada. Neste sábado, a equipe pernambucana saiu na frente, mas permitiu a virada ao São Caetano, no Anacleto Campanella: 2 a 1.

O gol dos rubro-negros saiu aos 35 minutos do primeiro tempo, com Wilson. Aos cinco da etapa final, no entando, Éverton Ribeiro deixou tudo igual. No fim do jogo, o juiz Mário Chagas da Silva ainda marcou um pênalti para o São Caetano, mas voltou atrás após conversar com o auxiliar. Sem se abalar, o Azulão voltou ao ataque e conseguiu o gol da virada aos 45 minutos, com Eduardo.

O resultado favorece ao América-MG, que bateu o Guaratinguetá na sexta-feira e agora tem 58 pontos contra 54 do Leão da Ilha. O time do ABC, por sua vez, segue na zona intermediária, agora com 48 pontos.

Na próxima rodada, o Sport jogará fora de casa contra o Vila Nova, que luta contra as últimas posições. O São Caetano também jogará longe de seus domínios, contra o Paraná Clube. Como toda a 35ª rodada, os dois jogos estão marcados para terça-feira.

O jogo - O primeiro tempo do confronto foi muito equilibrado e as duas equipes tiveram momentos de superioridade. O Sport, no entanto, soube aproveitar melhor. Pouco depois de ter obrigado Luiz a fazer boa defesa, Wilson recebeu de Marcelinho Paraíba pela direita da área, encarou a marcação e abriu o placar.

No intervalo, o técnico Toninho Cecílio apostou na entrada do meia Ailton na vaga de João Paulo para dar mais qualidade ao setor criativo do time do ABC Paulista. O resultado veio logo aos cinco minutos, quando Éverton Ribeiro recebeu na entrada da área, limpou a jogada e bateu de perna esquerda, deixando tudo igual.

Dez minutos mais tarde, Geninho optou por trocar a juventude de Ciro pela experiência de Romerito no ataque pernambucano. O jogo seguiu equilibrado e o goleiro Luiz voltou a ser exigido em cabeçada do zagueiro Igor, aos 23 minutos da etapa complementar.

Buscando o resultado, os dois técnicos voltaram a mexes aos 32 minutos. Enquanto o baixinho Élton ganhou o lugar de Mateus no Sport, Augusto Recife substituiu Kléber no São Caetano. Pouco tempo depois, a equipe da casa ficou em vantagem numérica, já que Daniel Paulista parou o ataque adversário com falta, recebeu seu segundo cartão amarelo e foi expulso.

Percebendo a oportunidade de pressionar, Toninho Cecílio gastou sua última cartada ao colocar o atacante Eduardo no lugar do lateral direito Arthur. A mudança resolveria o jogo.

Quando a monotonia começava a tomar conta do jogo, um erro da arbitragem colocou fogo no jogo. Aos 40 minutos, Tobi desviou de cabeça, mas o juiz enxergou um toque de mão. Corrigido pelo assistente, Mário Chagas da Silva voltou atrás após alguns minutos de confusão.

O lance fez com que o time da casa crescesse na partida e conseguisse a virada aos 45 minutos, quando Éverton Ribeiro serviu Eduardo, que tocou na saída do goleiro e decidiu o jogo. No fim do jogo, Dadá ainda deu lugar a Eliandro, mas o Sport não teve forças para reagir.

FICHA TÉCNICA
SÃO CAETANO 2 x 1 SPORT

Local:
Estádio Anacleto Campenella, em São Caetano (SP)
Data: 6 de novembro de 2010, sábado
Horário: 17 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Mário Chagas da Silva (RS)
Assistentes: Paulo Ricardo Silva Conceição e Tatiana Jacques de Freitas (ambos do RS)
Cartões Amarelos: Arthur, Marcelo Batatais e Anderson Marques (São Caetano); Germano, Daniel Paulista, Igor e Dadá (Sport)
Cartão Vermelho: Daniel Paulista (Sport)

Gols:
SÃO CAETANO: Everton Ribeiro, aos cinco, e Eduardo, aos 45 minutos do segundo tempo.
SPORT: Wilson, aos 35 minutos do segundo tempo.

SÃO CAETANO: Luiz; Arthur (Eduardo), Marcelo Batatais, Anderson Marques e Fernandinho; Moradei, Romário, Kleber (Augusto Recife) e Éverton Ribeiro; João Paulo (Ailton) e Henrique Dias
Técnico: Toninho Cecílio

SPORT: Magrão; Igor, André Leone e Tobi; Dada (Eliandro), Daniel Paulista, Germano, Marcelinho Paraíba e Matheus (Élton); Ciro (Romerito) e Wilson
Técnico: Geninho 

 

Leia tudo sobre: sportsão caetanosérie b

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG