Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São Caetano empata com Criciúma e fecha turno na zona da degola

Time do do ABC Paulista jogou fora de casa e não conseguiu a vitória para sair da zona do rebaixamento

Gazeta |

Criciúma e São Caetano encerraram suas participações no primeiro turno da Série B, nesta sexta-feira, com um amargo empate por 1 a 1, no estádio Heriberto Hulse. Zé Carlos abriu o placar para os donos da casa e Luciano Mandi marcou para o São Caetano.

Com o resultado, a equipe do ABC Paulista salta para 21 pontos e pula para a 17ª colocação, a primeira da zona do rebaixamento. Já o Criciúma, com 28 pontos, está em 9º lugar e perde mais uma oportunidade de colar no grupo dos quatro primeiros colocados.

Na terça-feira, às 20h30 (de Brasília), os times estreiam no returno. Enquanto o São Caetano recebe o Salgueiro, o Criciúma vai a Campinas enfrentar o Guarani.

Futura Press
Criciúma e São Caetano se igualaram na partida

O jogo
Assumindo a condição de mandante e candidato ao acesso, o Criciúma partiu para cima do adversário no começo do jogo e logo abriu o marcador. Aos seis minutos, o atacante Zé Carlos driblou o goleiro Leandro Santos e fez 1 a 0 para o Criciúma. A assistência foi do meia Pedro Carmona, objeto de desejo do Palmeiras para a sequência da Série A.

Mesmo com a vantagem, o time anfitrião continuou pressionando. Com 13 minutos, Fábio Santana cruzou e Rogélio levou perigo em uma cabeçada. O São Caetano equilibrou a posse de bola e começou a assustar. Com 30 minutos, Artur cruzou da direita para Ricardo Xavier, que furou e perdeu boa chance.

No intervalo, Mauro Fernandes precisou mexer no Criciúma e colocou o centroavante Schwenck na vaga do machucado Adeílson. A bola mal havia voltado a rolar quando Luciano Mandi aproveitou cobrança de falta da esquerda e cabeceou para as redes, com dois minutos.

O jogo ficou movimentado. Aos seis minutos, o árbitro Adriano Milczvski apitou pênalti após falta de Eli Sabiá em Zé Carlos, na entrada da área. Na sequência, porém, ele conversou com um de seus auxiliares e voltou atrás para dar falta que Pedro Carmona cobrou perigosamente.

As chances se alternaram. O São Caetano quase marcou com Roger, que tocou na saída de Andrey e por pouco não balançou as redes. Já o Tigre quase chegou lá com Pedro Carmona, que recebeu de Zé Carlos e perdeu oportunidade incrível na pequena área. Roger voltaria a assustar minutos depois, quando Andrey fez bela defesa após tiro cruzado.

O lance mais perigoso estava reservado para os 46 minutos. Em uma das últimas tentativas dos catarinenses, Shwenck desviou de cabeça e acertou a trave, para desespero dos torcedores.

FICHA TÉCNICA
CRICIÚMA 1 x 1 SÃO CAETANO

Local: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC)
Data: 26 de agosto de 2011, sexta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Adriano Milczvski (PR)
Assistentes: José Amilton Pontarolo e José Carlos Dias Passos (ambos do PR)
Cartões Amarelos: Pedro Carmona e Rogélio (Criciúma); Thiago Martinelli e Augusto Recife (São Caetano)

Gols:
CRICIÚMA: Zé Carlos, aos seis minutos do primeiro tempo.
SÃO CAETANO: Luciano Manci, aos dois minutos do segundo tempo.

CRICIÚMA: Andrey; Fábio Santana, Rogélio, Toninho e Massari (Diogo Oliveira); Henik, Baraka, Pedro Carmona (Breitner) e Aloísio; Adeílson (Shwenck) e Zé Carlos
Técnico: Mauro Fernandes

SÃO CAETANO: Leandro Santos; Artur, Domingos, Eli Sabiá e Bruno Recife; Léo Mineiro (Souza), Augusto Recife, Aílton (Thiago Martinelli) e Luciano Mandi; Antônio Flávio (Roger) e Ricardo Xavier
Técnico: Vadão

Leia tudo sobre: SÃO CAETANOSÉRIE B 2011criciúma

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG