Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Santos usa Tolima como exemplo para iniciar bem a Libertadores

Santistas pregam respeito ao Deportivo Táchira, primeiro adversário do time na competição continental

Samir Carvalho, iG Santos |

Futura Press
Edu Dracena chuta no treino desta quinta no Ct Rei Pelé
O vexame do Corinthians na Copa Libertadores da América não está vivo na memória apenas dos corintianos. O Santos pretende utilizar a eliminação do arquirrival diante do Tolima, da Colômbia, na frase pré-grupos da Libertadores, para iniciar a competição continental com o “pé direito”. Desta forma, os jogadores santistas pregam respeito ao Deportivo Táchira, da Venezuela, equipe com pouca tradição na Libertadores.

"Ninguém os conhecia e eles eliminaram o Corinthians. Temos que respeitar todos os adversários da Libertadores", afirmou o capitão do Santos, Edu Dracena.

Confirmando o respeito pregado ao Táchira por Dracena, o lateral-esquerdo Léo, outro jogador experiente da equipe, espera que o Santos entre em campo na próxima terça-feira como se estivesse em uma guerra.

“A ansiedade existe em todos aqui, mas nós estamos preparados, sabemos da responsabilidade que temos. Vamos ir para a Venezuela preparados para uma guerra, com a faca nos dentes. Se tiver que provocar, provoque, mas não caia na provocação”, disse o lateral.

O Santos estreia na Libertadores diante do Deportivo Táchira, na próxima terça-feira, na Venezuela. A equipe de Adilson Batista está no Grupo 5 da competição. Além dos venezuelanos, os santistas enfrentarão na primeira fase o Cerro Porteño, do Paraguai e Colo Colo, do Chile.

 

 

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG