Tamanho do texto

Muricy Ramalho deverá armar um time ofensivo para buscar a vaga diante do Cerro Porteño, na quarta-feira

O técnico Muricy Ramalho não pretende armar uma retranca para garantir a classificação do Santos para a final da Copa Libertadores da América, mas também não vai expor muito a sua equipe contra o Cerro Porteño, quarta-feira, no Paraguai. A ideia é repetir uma estratégia já utilizada nas oitavas de final.

"Se você joga fora de casa com medo, acaba perdendo. Tudo depende do que foi feito em casa. Como ganhamos do Cerro, podemos manter aquilo que fizemos contra o América, no México", comentou Muricy.

Assim como nas semifinais, o Santos superou o América-MEX com uma vitória por 1 a 0 no jogo de ida, como mandante. Fora de casa, o time brasileiro segurou um empate sem gols e avançou no torneio.

Na primeira partida pelas semifinais da Libetradores, o Santos derrotou o Cerro Porteño por 1 a 0 , no Pacaembu, gol marcado pelo zagueiro Edu Dracena. Um empate já garante a equipe santista em mais uma final da competição, quando brigará pelo terceiro título continetal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.