Clube catarinense não aceita liberar meia sem receber indenização financeira

O Santos está cada vez mais próximo de acertar a contratação de Borges . Depois de chegar a acordo financeiro com o jogador, o clube paulista aguarda a liberação da diretoria do Grêmio para anunciá-lo como novo reforço. Precisa, porém, encontrar uma maneira de ressarcir o clube gaúcho.

Uma alternativa é ceder o meia Marquinhos , emprestado ao Avaí até o fim do ano, para o time de Renato Gaúcho. Só que os catarinenses, donos de 50% dos direitos econômicos do atleta, exigem R$ 3,4 milhões para liberar o jogador.

"As conversas com o Grêmio estão bem encaminhadas e esperamos terminá-las até a próxima segunda-feira", disse o presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro.

Caso a troca não seja efetivada, o Santos estuda pagar uma indenização do Grêmio – Borges não faz parte dos planos de Renato Gaúcho. Isto porque os outros atletas oferecidos, Pará e Domingos, não interessam. Marquinhos já esteve nos planos do Grêmio em 2010, quando o time era treinado por Silas. Porém, na época, o negócio não foi concretizado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.