Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Santos monta time de futebol americano com Jamelli de kicker

Gerente de futebol do Santos será o chutador do Santos Tsunami, que disputará o Torneio Touchdown

Samir Carvalho, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854454885&_c_=MiGComponente_C

Além de trazer Marta para liderar o time de futebol feminino do clube e Falcão para ser a principal estrela da equipe de futsal, o clube Santos tem agora um time de futebol americano. O Santos Tsunami disputará o Torneio Touchdown, uma espécie de segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

Samir Carvalho
Jogadores e técnicos do time de futebol americano estiveram no CT nesta quinta

O curioso é que o gerente de futebol do Santos, Paulo Jamelli, será o kicker da equipe, aquele que chuta a bola nas cobranças de field goal, lances que valem três pontos, e na conversão do ponto extra depois de cada touchdown.

"É, me convidaram e vou participar desse jogo preliminar no dia 11, vou fazer um teste para ver se consigo fazer parte do time de futebol americano. Vou ser o kicker", afirmou Paulo Jamelli.

Além do dirigente santista, o Santos Tsunami conta com cerca de 60 atletas e dois treinadores americanos: David Kay, técnico de ataque, e Daniel Marinus, treinador da defesa.

"No futebol americano, a equipe joga para a frente, e se as pessoas começarem a entender como é o esporte, isso é 50% do caminho andado. É um jogo muito tradicional", disse Marinus.

Na última reunião do Conselho Deliberativo do Santos, o vice-presidente do Conselho, Orlando Rollo, pediu um orçamento de R$ 25 mil para o departamento de futebol americano, pois a equipe sofre com problemas financeiros. Segundo o publicitário do Santos, Rodrigo Stoffel, o time costuma pagar para jogar.

"Nós pagamos para jogar. É muito difícil arrumar patrocínio, o único time no Brasil que tem isso é o Corinthians. Para nós, a dificuldade de arrumar equipamento, de correr atrás, é bem difícil", declarou Stofflel.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG