Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Santos lamenta morte de Mário Pereira, campeão paulista em 35

O título de 1935 foi o primeiro de relevância da equipe paulista. Pereira era conhecido como "Perigo Loiro"

Gazeta |

Divulgação
Mário Pereira entre o presidente Luis Alvaro e Pelé, em janeiro de 2011
O ano de 2012 começou mais triste para o Santos, que lamentou o falecimento de um de seus maiores ídolos: Mário Pereira, o último remanescente do Campeonato Paulista de 1935, primeiro título estadual da história do time. Aos 97 anos, o ex-jogador conhecido como "Perigo Loiro" faleceu na própria cidade de Santos na noite deste sábado. O velório ocorre até as 18 horas (de Brasília) deste domingo, no Memorial Ecrópole Ecumênica, localizado na Avenida Nilo Peçanha, 50.

Leia mais: Pelé homenageou Mário Pereira

A última aparição pública de Mário Pereira foi em janeiro de 2011, no Memorial das Conquistas do Santos. Ao lado do Rei Pelé, o campeão paulista de 35 tirou fotos, distribuiu autógrafos e posou com a bola da competição que venceu sobre o Corinthians. O Santos estudava escalar o ex-meio-campista para uma série de ações referentes à celebração do centenário da equipe em 2012.

Nascido no dia 14 de abril de 1912, apenas dois dias depois do time do Santos, Mário Pereira marcou 24 gols em 41 partidas com a camisa da equipe. No ano de 2004, como forma de homenagem, a equipe inaugurou um camarote com o nome do ídolo falecido neste sábado.

Leia tudo sobre: SantosPelé

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG