Vitória sobre o time mineiro não foi fácil. Muricy fechou o time no segundo tempo para garantir o resultado

Mesmo todo desfalcado o Santos bateu o América-MG por 1 a 0, com gol contra do zagueiro Anderson . A segunda vitória santista na competição foi importante para tirar o time da zona de rebaixamento, resultado bastante comemorado pelo capitão Edu Dracena . “Foi um jogo difícil, com um time sem entrosamento. Valeu pelo resultado”.null

Já o América-MG continua na zona de rebaixamento, apesar de ter jogado todo o segundo tempo no campo de ataque. Apesar de não vencer, o atacante Fábio Júnior se mostrou tranquilo. “Temos muitos jogos pela frente e logo a bola vai começar a entrar”. Curiosamente o Palmeiras é o próximo adversário das duas equipes. Na quinta-feira tem América-MG e Palmeiras, na Arena do Jacaré.

Enquanto o Santos tem uma semana sem jogos, por conta do adiamento da partida com o Fluminense , mas no domingo o time de Muricy tem clássico pela frente. Resta saber se com a presença ou não dos jogadores que foram convocados para a Seleção Brasileira sub-20.

O Jogo

O Santos começou em cima do América-MG, já que a meta era deixar a zona de rebaixamento logo. Se o gol não saiu na primeira jogada, quando Borges chutou para fora, saiu aos seis minutos. O ex-americano Danilo cobrou falta e Anderson fez contra. O zagueiro do América, mesmo sozinho, cabeceou muito mal e tirou o goleiro Flávio da jogada.

Danilo comemora gol contra que deu a vitória ao Santos
Gazeta Press
Danilo comemora gol contra que deu a vitória ao Santos

Com o ritmo que a partida seguia, o segundo gol santista parecia ser questão de tempo. Com três zagueiros e dois volantes, o time do América-MG não demonstrava ter condições de empatar a partida. No entanto a história começou a mudar com a saída de Danilo, contundido, ainda no primeiro tempo. A entrada de Possebon fez o time santista ficar um pouco mais defensivo.

Aos 35 minutos o árbitro Wilton Sampaio deixou de dar um pênalti claro para o Santos, numa bola cortada com a mão pelo zagueiro Anderson. Cinco minutos depois foi a vez de Pará ser fominha e não tocar para Borges, que estava sozinho dentro da área. O lateral achou melhor chutar e mandou a bola para fora.

O segundo tempo começou com Fabrício no lugar de Willian Rocha, era um meia no lugar de um zagueiro. Isso já levou o América ao ataque e o time visitante quase marcou aos seis minutos, com Fabrício de fora da área. Borges teve sua única chance na partida minutos depois, mas chutou em cima do goleiro Flávio.

Se Muricy perdeu Alex Sandro e teve de colocar Charles, Mauro Fernandes gostou do que viu com Fabrício em campo e resolver atacar de vez. O atacante Kempes entrou no lugar do volante Glauber. O jogo passou a ter apenas um time no ataque. O América-MG pressionava, mas sem ter a qualidade suficiente para vencer a dupla de zaga formada por Edu Dracena e Durval.

O Santos não conseguia contra-atacar e Muricy se mostrou bastante satisfeito com o placar simples, ao trocar o meia Roger pelo zagueiro Bruno Rodrigo. Ao Santos só interessava fechar o time, vencer o jogo e sair da zona de rebaixamento. Mais seguro, a equipe paulista conseguiu manter o resultado e pular para o 11º lugar.

FICHA TÉCNICA: SANTOS 1 X 0 AMÉRICA-MG

SANTOS: Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Alex Sandro (Charles), Danilo (Rodrigo Possebon) e Roger (Bruno Rodrigo); Richely e Borges.
Técnico: Muricy Ramalho.
AMÉRICA-MG: Flávio, Marcos Rocha, Anderson, Willian Rocha (Fabrício), Gabriel e Gilson; Dudu, Glauber (Kempes) e Rodriguinho (Netinho); Alessandro e Fábio Júnior.
Técnico: Mauro Fernandes.

GOLS: SANTOS: Anderson (contra), aos 6 minutos do primeiro tempo

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo-SP
Data: 2 de julho de 2011, sábado
Horário: 18h30 (horário de Brasília)
Renda: R$ 110.395,00
Público: 5.912 pagantes
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Márcia B. Lopes Caetano (Fifa-RO) e Marrubson Melo Freitas (DF)
Cartões Amarelos: Bruno Rodrigo (SAN); Willian Rocha e Marcos Rocha (AFC)


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.