Tamanho do texto

Equipe de Muricy Ramalho chegou aos 30 pontos na tabela do Paulistão. Alan Kardec e Borges marcaram para o Santos

Borges celebra o segundo gol do Santos na Vila Belmiro
Gazeta Press
Borges celebra o segundo gol do Santos na Vila Belmiro
Sem grande esforço, o Santos fez a sua "lição de casa" e derrotou o Bragantino, por 2 a 0, na noite deste domingo, na Vila Belmiro. Com um gol em cada tempo, Alan Kardec e Borges garantiram mais uma vitória do Peixe no Campeonato Paulista, em confronto válido pela 15° rodada da competição.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

A vitória manteve os santistas na quarta posição do Estadual, agora com 30 pontos. Enquanto isso, o o time do inteiror continua na oitava colocação, com 23 pontos ganhos.

Leia mais: Em três minutos, Corinthians acaba com invencibilidade do Palmeiras

Na próxima rodada, o Alvinegro Praiano recebe o Guaratinguetá, na próxima quinta-feira, às 21 horas (horário de Brasília), na Vila. Já o Braga volta a jogar fora de casa, contra o Mirassol, na próxima quarta, no Estádio José Maria de Campos Maia.

Confira ainda: São Paulo perde pênalti, mas bate Mirassol e assume liderança

O jogo
Com quatro titulares poupados, o Santos começou a partida em ritmo lento. Se aproveitando disso, o Bragantino foi para o ataque nos primeiros minutos de jogo, tentando surpreender os donos da casa. Logo aos 2 minutos, o Bragantino quase abriu o placar em cobrança de escanteio, desviada no meio do caminho, que acertou a trave direita do goleiro santista.



Mas, aos poucos, o Santos foi se encontrando dentro de campo e passando a impor o seu ritmo. Aos 18, Paulo Henrique Ganso tabelou com Arouca e, de primeira, tocou para Alan Kardec apenas completar para o fundo das redes de Rafael Santos: 1 a 0 para o time de Muricy Ramalho.

Apesar do domínio santista após o gol, o Bragantino voltou a assustar, aos 32. Fernando Gabriel, em cobrança de falta da entrada da área, acertou a trave esquerda de Rafael, assustando a torcida.

Confira a classificação do Campeonato Paulista

Para o segundo tempo, o técnico Muricy Ramalho promoveu duas alterações no seu time: Ibson entrou no lugar de Henrique e Borges na vaga de Alan Kardec, respectivamente.

A situação do Bragantino, que já era difícil, ficou ainda mais complicada no início da etapa complementar, quando Jean Pablo fez duas faltas seguidas em Neymar e, depois de receber o cartão amarelo, foi expulso.

Na sequência, o Santos chegou ao seu segundo gol. Aos 10, Maranhão acertou a trave de Rafael Santos e, no rebote, Borges conferiu, estufando as redes, sem chances para o goleiro do Braga. Com o jogo praticamente definido, o Santos diminuiu o ritmo e passou a valorizar mais a posse de bola, deixando o tempo passar.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 0 BRAGANTINO

Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 25 de março de 2012, domingo
Horário: 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Philippe Lombard
Assistentes: Giulliano Neri Colisse e William Rogério dos Santos Turola
Adicionais: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza e Regildenia de Holanda Moura
Renda: R$ 122.365,00
Público: 5.416 presentes
Cartões amarelos: Adriano e Arouca (Santos); Fernando Gabriel, Junior Lopes, Léo Jaime e Reinaldo (Bragantino)
Cartão vermelho: Jean Pablo (Bragantino)
Gols: SANTOS: Alan Kardec, aos 18 minutos do primeiro tempo; Borges, aos 10 minutos do segundo tempo

SANTOS: Rafael; Maranhão, Bruno Rodrigo, Durval e Juan; Adriano, Henrique (Ibson), Arouca e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Alan Kardec (Borges)
Técnico: Muricy Ramalho

BRAGANTINO: Rafael Santos; Junior Lopes, Jean Pablo e Luiz Henrique; Victor Ferraz, Diego Paulista (Reinaldo), Eder, Fernando Gabriel e Léo Jaime (Luciano Castan); Romarinho e Giancarlo (Lincom)
Técnico: Marcelo Veiga