Segundo o clube, critérios técnicos e discordâncias pontuais sobre o planejamento para 2011 motivam a demissão

Futura Press
Jamelli se incomodou por não ter sido incluído nas negociações de reforços do elenco santista
O Santos divulgou uma nota oficial na noite da última segunda-feira explicando os motivos para a saída do gerente de futebol do clube, Paulo Jamelli. Segundo o clube, a demissão se deu por "critérios técnicos e discordâncias pontuais sobre o planejamento para 2011".

Na realidade, o ex-jogador entrou em atrito com a diretoria do clube por não ter sido consultado sobre as contratações do goleiro Aranha, do lateral direito Jonathan e do volante Charles, que chegaram sob indicação do técnico Adilson Batista.

Jamelli, que estava em férias nos Estados Unidos, não aprovou que o clube trouxesse novos atletas sem consultá-lo previamente e chegou a discutir com seus superiores, o que acabou resultando em sua saída antes mesmo do início de 2011.

Confira a nota oficial divulgada pelo Santos:

Paulo Roberto Jamelli não é mais gerente de futebol do Santos FC. Após reunião com a diretoria de futebol do clube, foi definida a saída do profissional por critérios técnicos e discordâncias pontuais sobre o planejamento do time para 2011.

Antes de ter exercido o cargo de Gerente, Jamelli também atuou pelo clube como atleta nos anos de 1995 e 1996.

A diretoria do Santos FC agradece ao profissional pelos relevantes serviços prestados e deseja toda a sorte em sua vida e carreira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.