Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Santos considera difícil volta de Maikon Leite, e atacante pode jogar no Palmeiras

Jogador tem vínculo com o Santos até junho de 2011 e pode assinar um pré-contrato com qualquer outro clube no final deste ano

Samir Carvalho, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860411088&_c_=MiGComponente_C

Santos no iG Esporte
  • iPhone: iG lança aplicativo de futebol em tempo real. Baixe aqui
  • Twitter do iG Esporte: Principais notícias, fatos inusitados, vídeos e opinião
  • O Santos considera difícil o retorno do atacante Maikon Leite, que está emprestado ao Atlético-PR até o final desta temporada. Isso porque, o vínculo do jogador com o clube termina no dia 23 de junho de 2011, o que possibilita o atleta de assinar um pré-contrato com outro clube. Desta forma, o atacante pode vestir a camisa do Palmeiras, que já manifestou interesse em seu futebol.

    O contrato dele vence em julho do ano que vem. Assim o Santos perde no vencimento do contrato e o jogador pode no final do ano assinar um pré-contrato com qualquer outro clube. Pode ser o Palmeiras ou qualquer outro clube, afirmou o diretor de futebol do Santos, Pedro Luis Nunes Conceição, com exclusividade ao iG.

    O Santos, que possui apenas 20% dos direitos econômicos do jogador, não conseguiu prorrogar o contrato de Maikon Leite antes de emprestá-lo ao clube paranaense. Segundo o dirigente santista, o motivo foi um desentendimento entre o procurador do jogador e a empresa que detêm 80% dos direitos econômicos do atacante.

    Interesse nós temos, mas a situação do Maikon Leite é um pouquinho complexa, porque o Santos só tem 20% do jogador, e quando ele foi emprestado para o Atlético-PR houve um desentendimento entre o procurador e a empresa detentora dos direitos do jogador, que tem 80%. Isso impediu que prorrogássemos o contrato dele, declarou Pedro Luis.

    Maikon Leite foi revelado pelo Santos André e chegou ao Santos em junho de 2008. O atleta conquistou a posição de titular no ataque santista logo em sua chegada ao clube. Porém, o jogador sofreu uma séria lesão ligamentar no joelho dois meses depois. O atacante ficou pouco mais de oito meses longe dos gramados, e ainda voltou a realizar uma cirurgia no mesmo local em julho do ano passado.

    Leia tudo sobre: campeonato brasileirofutebolsantos

    Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG