Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Santos consegue "driblar" o vulcão e chega em Montevidéu

Delegação santista desembarcou no aeroporto da capital uruguaia às 12h10, onde pega o Peñarol nesta quarta

Gazeta |

Santos desembarcou na cidade de Montevidéu no começo da tarde desta terça-feira, superando os problemas causados pelo vulcão chileno Puyehue. O desembarque ocorreu por volta das 12h10 na capital uruguaia, em voo fretado que estava destinado inicialmente para levar um grupo de torcedores santistas. Nesta quarta-feira, o Santos enfrenta o Peñarol pela primeira partida na final da Copa Libertadores.

A epopeia do elenco santista começou às 8h45, quando o grupo chegou ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, esperou cerca de duas horas e finalmente conseguiu iniciar a viagem, que vinha sendo adiada devido às cinzas espelidas pelo vulcão chileno Puyehue. O time utilizou uma aeronave fretada pela Santos Tour, que seria utilizada pela torcida para acompanhar o jogo.

A empresa uruguaia Pluma disponibilizou o avião ao clube, em voo inicialmente marcado para as 9h. Após atraso de cerca de duas horas, o avião decolou rumo à capital uruguaia.

A ida dos torcedores foi remanejada para o meio-dia, deixando alguns deles chateados e outros conformados. Péricles Vasconcelos Pereira, de Pirassununga, investiu R$ 5 mil na viagem e está desde a 1h em Cumbica, com o filho Mateus, de 12 anos. "Fomos informados que nosso avião passou para a delegação do Santos", lamentou. Em caso de atraso, a companhia aérea deve dar suporte aos passageiros, mas ela só concedeu misto quente, refrigerante e café. Pereira reclamou que há pouca gente da empresa trabalhando.

Os jogadores foram recebidos por gritos de "Vamos ser tri (campeões), Santos" e uma faixa exposta pelos torcedores com os dizeres " Barcelona , pode esperar, a sua hora vai chegar", em referência ao clube vencedor da Liga dos Campeões da Europa e futuro adversário no Mundial de clubes caso o Santos vença a Libertadores.

Toda a celeuma em torno da viagem santista surgiu após o vulcão chileno Puyehue soltar nuvens de cinza, suspendendo as atividades aéreas de Montevidéu e Buenos Aires (ARG).

*com GE

Leia tudo sobre: SantosLibertadores 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG