Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Santos bate o São Paulo e mantém liderança do Campeonato Paulista

Elano e Maikon Leite marcaram os gols da vitória no clássico e dividem artilharia do torneio estadual

iG São Paulo |

null

Ano novo, vida velha. Como aconteceu em 2010, o Santos começou a temporada 2011 com vantagem sobre o São Paulo. Jogando como mandante na Arena Barueri, o time da Baixada fez 2 a 0 sobre o clube do Morumbi na tarde deste domingo e chegou aos 13 pontos no Campeonato Paulista, mantendo a ponta da tabela ao lado do Palmeiras, que venceu a Portuguesa.

Elano, aos 10 minutos do primeiro tempo, e Maikon Leite, aos 28 minutos da etapa final, marcaram os gols da vitória e dividem a artilharia da competição. Já o São Paulo sofre a segunda derrota no torneio estadual e fica estacionado nos nove pontos.

O resultado não reflete os números do jogo, já que o time do técnico Paulo César Carpegiani foi melhor que o adversário em diversos critérios, incluindo posse de bola e chutes a gol. Mas o fato é que o Santos, mesmo criando menos oportunidades, soube como aproveitá-las e ainda segurar o ataque são-paulino.

Carpegiani ainda ganhou um desfalque para o próximo jogo, já que o volante Carlinhos Paraíba recebeu seu terceiro cartão amarelo em cinco partidas disputadas e terá de cumprir suspensão automática. De positivo para o São Paulo, talvez apenas a estreia de mais um jovem revelado pelas categorias de base do clube. O zagueiro Luiz Eduardo, relacionado pela primeira vez, fez sua estreia como profissional ao substituir o lateral-esquerdo Juan no segundo tempo.

Na próxima rodada do Paulistão, o Santos vai a Campinas enfrentar a Ponte Preta, em partida marcada para as 19h30 de quarta-feira. O São Paulo, por sua vez, recebe o Linense no estádio do Morumbi às 19h30 de quinta-feira. O jogo pode marcar a estreia de Rivaldo com a camisa do clube da capital.

O jogo

Embora as duas equipes tenham começado o jogo buscando o ataque, os primeiros minutos foram de poucas oportunidades de gol. Pelo São Paulo, Fernandinho fez boa jogada individual aos 3 minutos, mas depois de se livrar de três marcadores e invadir a área chutou à direita do gol.

O Santos demorou ainda mais para ameaçar Rogério Ceni. Mas logo na primeira boa chance criada, aos 10 minutos, já abriu o placar. Róbson driblou Miranda no bico da grande área são-paulina e cruzou. Elano chegou de trás sem marcação e cabeceou totalmente livre, superando o goleiro são-paulino.

nullAté os 20 minutos a partida seguiu sem grandes emoções e as melhores chances de empate para o São Paulo aconteceram em um cruzamento de Juan que Dagoberto não alcançou e em um chute de fora da área de Zé Vitor, que saiu à esquerda de Rafael.

Aos 22, porém, foi o Santos que novamente chegou muito perto de marcar. Desta vez, Elano cobrou escanteio da direita e quem cabeceou livre de marcação foi Rodrigo Possebom, exigindo excelente defesa de Rogério Ceni.

Nos minutos seguintes foram poucas as oportunidades de ambos os lados, com a bola sempre saindo pela linha de fundo ou sendo facilmente defendida por Rafael e Rogério Ceni. Somente aos 38 surgiu uma ameaça real. Dagoberto cobrou falta da esquerda e a bola entrou após falha de Rafael, mas a arbitragem marcou impedimento de Miranda, que teria atrapalhado o goleiro, e o intervalo chegou com o 1 a 0 para o Santos no placar.

As duas equipes voltaram sem alterações para a segunda etapa e o equilíbrio permaneceu. Aos 5 minutos, o São Paulo por pouco não empatou. Dagoberto fez cruzamento da direita e Fernandão arrematou da marca do pênalti, mas a bola saiu por pouco, à direita do gol santista. Ainda com a desvantagem no placar, Carpegiani sacou o volante Zé Vitor e colocou em campo o meia Marlos.

AE
Com o gol marcado contra o São Paulo, Elano divide a artilharia do Campeonato Paulista com o companheiro Maikon Leite
Aos 21 minutos, Rogério Ceni teve uma chance de se aproximar da marca de 100 gols. Atualmente com 96 contabilizados ao longo da carreira, o goleiro cobrou falta sofrido por Marlos. A cobrança, porém, bateu na barreira e foi afastada pela zaga santista. Três minutos depois, Dagoberto chutou forte de longe e o Rafael foi buscar no seu canto direito.

O gol de empate parecia estar amadurecendo. Juan cruzou da esquerda e Jean, chegando sozinho por trás da defesa santista, chutou de primeira e com o goleiro santista já batido viu a bola apenas explodir na trave direita. Mas quem acabou marcando foi o Santos. Rogério Ceni deu o rebote após chute de Elano e Maikon Leite chegou sozinho para marcar.

Léo ainda teve uma boa chance de ampliar o placar, ao fazer fila pelo lado esquerdo do ataque. Ele ficou cara a cara com Rogério Ceni para concluir, mas o capitão são-paulino conseguiu fechar bem o ângulo e evitar o terceiro gol santista.

FICHA TÉCNICA - SANTOS 2 x 0 SÃO PAULO

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data: 30 de janeiro de 2011, domingo
Horário: 17h (Brasília)
Árbitro: Salvio Spinola Fagundes Filho
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Anderson José de Moraes Coelho
Cartões amarelos: Pará, Elano (Santos); Carlinhos Paraíba, Marlos (São Paulo)

GOLS
Santos – Elano, aos 10 minutos do primeiro tempo; Maikon Leite, aos 28 minutos do segundo tempo

SANTOS: Rafael, Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano (Bruno Rodrigo), Rodrigo Possebon (Anderson Carvalho), Elano e Róbson (Felipe Anderson); Maikon Leite e Keirrison
Técnico: Adílson Batista

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Jean, Xandão, Miranda e Juan (Luiz Eduardo); Zé Vitor (Marlos), Rodrigo Souto, Carlinhos Paraíba e Fernandinho; Dagoberto (Marcelinho Paraíba) e Fernandão
Técnico: Paulo César Carpegiani
 

Leia tudo sobre: santossão paulocampeonato paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG