Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Santo André empata, atrapalha o Sport, mas pode cair neste sábado

Igualdade na Ilha do Retiro foi ruim para duas equipes, que têm objetivos distintos na reta final da Série B. Time paulista terá de secar Náutico e Guaratinguetá

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860222632&_c_=MiGComponente_C

Ninguém saiu satisfeito da Ilha do Retiro na noite desta sexta-feira. Sport e Santo André empataram por 1 a 1 e ficaram bem longe da conclusão de seus objetivos. Com seis pontos em disputa, o Sport precisará descontar três pontos de desvantagem em relação ao G4 para voltar à Série A. Já o Santo André pode ser matematicante rebaixado em caso de vitória do Náutico sobre o Brasiliense e empate do Guaratinguetá com o América-RN, jogos deste sábado.

O próximo compromisso dos pernambucanos é justamente contra o quarto colocado, o América-MG, em Sete Lagoas. Na última rodada, os comandados de Geninho pegam a Portuguesa, que também alimenta esperanças de subir, na Ilha do Retiro. Já o Santo André terá Bahia (fora) e Náutico (em casa) pela frente.


O jogo
O Sport tomou a iniciativa nos primeiros minutos. Logo aos nove minutos, a defesa andreense cochilou e Ciro deu um leve toque de cabeça para deixar Wilson na cara do gol: 1 a 0 para os donos da casa, para alegria dos torcedores, que não compareceram em grande número.

A oportunidade para marcar o segundo gol surgiu aos 17 minutos, mas Marcelinho Paraíba não aproveitou o bom passe de Ciro e chutou para fora, à frente do goleiro Neneca. Depois do lance, a equipe da casa diminuiu o ritmo e viu o Santo André crescer na partida.

Aos 39 minutos, Geninho foi obrigado a trocar o contundido Renato por Dadá na lateral direita. Poucos segundos mais tarde, veio o castigo. Após cruzamento de Cicinho, a defesa rubro-negra se atrapalhou, Germano virou as costas para o lance e Rychely aproveitou para empatar.

Em situação desesperadora, o Ramalhão foi ao ataque no segundo tempo. Aos 15 minutos, Dênis chutou cruzado e Magrão evitou o gol com boa defesa. Aos 30, o goleiro só pôde torcer para Rychely errar o alvo, o que realmente aconteceu. Quatro minutos depois, em chute de Aloisio, a bola explodiu na trave e assustou a torcida do Leão.

No eletrizante fim de jogo, o Sport chegou a ficar com três jogadores a menos. Aos 37 minutos, quando Geninho já havia feito as três substituições, Romerito sentiu uma lesão e deixou o campo. Com 44, Dutra fez falta dura, levou o segundo cartão amarelo e acabou expulso. Aos 47, foi a vez de André Leone, que pouco antes havia tirado uma bola em cima da linha, ser expulso.

O Santo André insistiu, cruzou bolas na área e perdeu vários gols. A bola insistiu em não entrar e agora a equipe paulista precisará torcer contra seus concorrentes diretos. Ao Sport, resta superar as críticas da torcida - que vaiou a equipe após a partida - para alcançar o acesso, que seria milagroso.


FICHA TÉCNICA - SPORT 1 x 1 SANTO ANDRÉ


Local:
Estádio Ilha do Retiro, no Recife (PE)
Data: 12 de novembro de 2010, sexta-feira
Horário: 21 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (RJ)
Assistentes: Ediney Guerreiro Mascarenhas e Vinicius da Vitória Nascimento (ambos do RJ)
Cartões Amarelos: Romerito, Dutra, André Leone, Ciro e Montoya (Sport); Allan, Dênis, Douglas e Rychely (Santo André)
Cartões Vermelhos: Dutra e André Leone (Sport)

Gols:
SPORT: Wilson, aos nove minutos do primeiro tempo.
SANTO ANDRÉ: Rychely, aos 40 minutos do primeiro tempo.

SPORT: Magrão; Renato (Dada), André Leone, Montoya e Dutra; Germano (Fabrício), Daniel Paulista, Romerito e Marcelinho Paraíba; Ciro (Elton) e Wilson.
Técnico: Geninho

SANTO ANDRÉ: Neneca; Cicinho, Toninho, Douglas (Marques) e Denis; Wendel, Walker (Sandro Hiroshi), Allan (Makelele) e Aloísio; Rychely e Borebi.
Técnico: Jair Picerni

Leia tudo sobre: santo andrésportsérie b

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG