Tamanho do texto

Clube pagou US$ 2 milhões por 50% dos direitos federativos do jogador e ainda pagará mais futuramente

nullDepois de confirmar a contratação no último sábado, o Atlético-PR apresentou oficialmente nesta segunda-feira o atacante uruguaio Santiago García como novo reforço do clube.

A contratação é a mais cara do Atlético-PR e do futebol paranaense. Custou inicialmente US$ 2 milhões aos cofres rubro-negros, por 50% dos direitos federativos do jogador. Outros 1,7 milhão de euros ainda serão desembolsados nos próximos dois anos pelos outros 50% do atleta.

Na apresentação, "El Morro", como é conhecido, recebeu a camisa número 20, mesmo número usado por ele quando defendeu a seleção uruguaia no Mundial sub 20. No Nacional de Montevidéu, ele também usava a camisa 20. "Era o número que usava no Nacional. Me dá sorte", explicou o atacante.

"Chego com total certeza de tentar fazer um bom trabalho e dar apoio à equipe. É uma sorte poder jogar ao lado de jogadores como Guerrón e Paulo Baier", disse o jovem atleta, de apenas 20 anos.

De acordo com o diretor de futebol do Atlético-PR, Alfredo Ibiapina, a estrutura do rubro-negro foi decisiva para que a negociação fosse concretizada.

"Fiquei 15 dias no Uruguai e tinha comigo que íamos conseguir sensibilizá-lo que a melhor opção era o Brasil. Ele pediu um tempo para pensar nisso, mas toda a história e estrutura do Atlético pesaram na decisão. Mas tínhamos o objetivo e conseguimos realizá-lo", explicou Ibiapina.

O dirigente acredita que o atacante não vai conseguir resolver sozinho a atual situação do clube, na vice-lanterna, com apenas um ponto e um gol marcado no Brasileirão em cinco jogos disputados.

"O Morro não é o salvador da pátria, essa responsabilidade é muito grande para um jogador. Não joguem essa responsabilidade a ele. É um atleta que tem toda uma história, mesmo com 20 anos, e está chegando para qualificar ainda mais o nosso grupo e dar mais opção ao treinador", disse.

Apesar disso, Ibiapina confia no atleta para fazer gols. Segundo o dirigente, o Atlético-PR vai disputar o topo da tabela do Brasileiro.

"Continuo com o mesmo discurso que o Atlético vai disputar o título, acredito no time e em nenhum momento perdi essa confiança. Vamos começar a ter vitórias e isso facilita quando tem um atacante que faz gol, que tem faro, então a vinda do Morro vem pra somar e fazer com que esse objetivo fique mais fácil", declarou.

A expectativa é de que García faça sua estréia no dia 6 de julho, quando o Atlético enfrenta o Internacional, na Arena.