Árbitro paranaense não foi escalado para trabalhar em nenhuma partida na rodada decisiva da competição

Embora a diretoria do Corinthians evite reclamar publicamente da arbitragem do Campeonato Brasileiro, as atuações de Heber Roberto Lopes em jogos do concorrente Fluminense foram contestadas no Parque São Jorge. O árbitro paranaense era a preocupação do presidente Andrés Sanchez ao se informar sobre a escala da arbitragem para a última rodada.

"É o Hebert? O Hebert que vai apitar o jogo deles?", perguntou Sanchez, acrescentando a letra "T" ao nome do árbitro. Para alívio do presidente do Corinthians, o gaúcho Carlos Eugênio Simon foi sorteado para trabalhar na partida entre Fluminense e Guarani, no Engenhão. "Ah, o Simon! O Simon é um dos melhores árbitros do mundo, mas todos são passíveis de erro."

Internamente, o Corinthians reprovou o desempenho de Heber Roberto Lopes ao menos duas vezes em jogos do Fluminense. Na 32ª rodada, na vitória da equipe carioca por 2 a 0 sobre o Grêmio, o árbitro não apitou um pênalti claro do defensor Leandro Euzébio sobre o artilheiro Jonas. Mais recentemente, o São Paulo teve dois jogadores expulsos na goleada por 4 a 1 que sofreu para o líder do campeonato.

Mas Simon também recebeu reclamações - públicas - dos corintianos. A diretoria e o técnico Tite acharam que o gaúcho foi influenciado pelas críticas ao colega Sandro Meira Ricci (que assinalou o polêmico pênalti em Ronaldo contra o Cruzeiro) e, por isso, apontou a marca da cal quando o volante Ralf tocou a bola com a mão dentro da área, no confronto com o Vitória.

"Estamos pagando um preço caro por dizerem que existem esquemas para beneficiar o Corinthians. Sempre somos favorecidos na opinião dos outros, mas não é isso que se vê", lamentou Sanchez, apesar de assumir a responsabilidade pelo fato de o Corinthians não liderar o Brasileirão. "A culpa é só do Corinthians, começando por mim."

Heber Roberto Lopes não foi escalado para trabalhar em nenhuma partida na rodada decisiva da competição. O responsável pelo apito no jogo entre Goiás e Corinthians, no Serra Dourada, será o gaúcho Leandro Pedro Vuaden.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.