Estou louco para saber quem procurou o Moreno (lateral do Guarani). Isso é ridículo, disse o presidente do Corinthians, inconformado

Andrés Sanchez chegou à sala de imprensa do CT Joaquim Grava tranquilo, sem se importar com os boatos sobre reforços e em relação à reta final do Campeonato Brasileiro. "Nada me incomoda." Bastaram duas perguntas sobre um suposto incentivo financeiro para o Guarani tirar pontos do Fluminense, no entanto, para o presidente do Corinthians perder o bom humor.

Sanchez se irritou particularmente com o lateral esquerdo Moreno, que foi revelado pelo Corinthians e está no Guarani. O jogador declarou ao jornal Lance! que recebeu um telefonema de uma pessoa ligada ao seu ex-clube para negociar a 'mala branca'. "Agora, algum atleta cabeçudo como o Moreno fala isso. Estou louco para saber quem procurou o Moreno. Isso é ridículo", disse o mandatário, inconformado.

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) anunciou que Moreno precisará se explicar. O Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), de acordo com interpretação, proíbe a prática da 'mala branca'. A punição prevista pelo artigo 242 é uma multa de R$ 100 a R$ 100.000, além da eliminação dos envolvidos. Por isso, a cautela de Sanchez ao abordar o assunto. "O Moreno vai ser intimado e falar o quê? Ele tem fonte também? Essa é uma acusação muito séria."

Segundo o presidente do Corinthians, Moreno e seus companheiros têm condições de derrotar o Fluminense mesmo sem receber nada por isso. O Guarani já está rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro. "O mais importante para o jogador é o lado emocional", disse, antes de se enfezar. "Que mala eu vou mandar para o Guarani? Existe mala azul, rosa, vermelha, mas não alvinegra. O Corinthians vai ganhar o jogo dele e torcer pelo resultado do Guarani. Só isso!", esbravejou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.