Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Salvador lança campanha para fazer abertura da Copa

Capital baiana se une a São Paulo, Brasília e Belo Horizonte como postulante ao jogo inaugural do Mundial

AE |

selo

O Salvador Convention & Visitors Bureau, em parceria com o Governo do Estado da Bahia e com a Prefeitura de Salvador, lançou oficialmente nesta quinta-feira a campanha "Abre a Copa, Salvador", que busca angariar apoios para que a capital baiana receba o jogo inaugural da Copa do Mundo de 2014.

O evento realizado em um hotel de Salvador teve a presença do secretário estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Nilton Vasconcelos, primeira pessoa a assinar um abaixo assinado que pede que Salvador seja a cidade escolhida para a abertura da Copa.

Assim, Salvador se junta a São Paulo, Brasília e Belo Horizonte como concorrente ao jogo inaugural do Mundial. Apesar disso, a capital paulista é a grande favorita para ser escolhida pela Fifa como sede da abertura, caso dê tudo certo com o novo estádio do Corinthians.

A campanha da capital baiana se apoia na experiência em organizar um evento da magnitude do seu Carnaval. "Uma cidade, que organiza um Carnaval com as dimensões e a complexidade de Salvador, está apta a realizar a festa e o jogo de abertura da Copa do Mundo", diz nota divulgada pelo movimento soteropolitano.

Na ocasião, foram lançados ainda a campanha publicitária e o site do movimento, que tem o slogan "O primeiro passe, o primeiro drible, o primeiro gol, tem que ser em Salvador". No endereço eletrônico é possível assinar um abaixo assinado virtual - que tinha pouco mais de mil signatários até o começo da noite desta quinta-feira - , acompanhar notícias e ler cartas de apoio ao pleito.

O Governo do Estado da Bahia pretende também receber jogos da Copa das Confederações em 2013 na Arena Fonte Nova. O local está sendo reconstruído pelo consórcio OAS-Odebrecht. "As obras estão bem adiantadas e, a partir de abril, todos terão uma visualização melhor do que está sendo feito aqui", destacou Vasconcelos, em visita às obras do estádio.

Atualmente, cerca de 150 operários trabalham na reconstrução da Fonte Nova. A previsão é de que sejam 1.200 no pico das obras de conclusão do estádio, que está orçado em R$ 591,7 milhões.

A Arena Fonte Nova terá, durante a Copa, capacidade para receber 50.433 pessoas. O setor VIP terá 880 assentos, os camarotes terão 1.127 assentos e a imprensa ocupará 3.950 cadeiras. Desta forma, poderão ser comercializados 44.476 ingressos por partida para torcedores.

Leia tudo sobre: copa 2014salvadoraberturacampanhaarena fonte nova

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG