Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Saída de Roberto Carlos abre incógnita na lateral do Corinthians

Nem Marcelo Oliveira, nem Fábio Santos convencem torcedor. Os dois, contudo, tem a confiança de Tite

Bruno Winckler, iG São Paulo |

AE
Marcelo Oliveira é o atual titular, mas não convence a torcida
O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, disse após a saída de Roberto Carlos que não pretende se preocupar em contratar um substituto para assumir a titularidade da lateral-esquerda. Ele se mostra satisfeito com Marcelo Oliveira e Fábio Santos.

Após seis jogos sem o antigo camisa 6, Sanchez pode não ter mudado de opinião, mas a torcida anda impaciente. Nas partidas contra São Bernardo, Tolima e Palmeiras, com Fábio Santos como titular e contra Ituano, Paulista e Mogi Mirim, quando quem jogou foi Marcelo Oliveira, o desempenho destes dois atletas promoveu momentos de insatisfação entre os corintianos das arquibancadas.

Contra o Mogi Mirim, nesta quinta-feira, não foi diferente. Afoito e errando muitos passes, Marcelo Oliveira foi vaiado pelos poucos presentes no Pacaembu. Havia sido assim com Fábio Santos no clássico contra o Palmeiras. Tite reconhece a dificuldade que os dois estão enfrentando para substituir Roberto Carlos, mas assim como Sanchez, descarta a intenção de contratar mais um jogador para a posição.

“Os dois têm a minha total confiança e vão trabalhar para crescer na sequência de jogos e com o processo de entrosamento. Vamos com os dois e vamos ficar bem”, disse o técnico.

Tite pede paciência ao torcedor. Com discurso ponderado, aponta que com o tempo seja quem for escolhido titular se adaptará à equipe que tenta remontar após a saída de Elias, Ronaldo, Roberto Carlos e talvez Jucilei, que negocia com o mesmo clube russo que levou o lateral pentacampeão.

"É uma questão de ajuste de equipe. Houve muitas mudanças e acaba que no momento de um passe, da condução de uma jogada, a falta de entrosamento pesa e o jogador perde um lance. Isso gera insegurança, mas com trabalho e sequência esses erros diminuem", disse o técnico.

Leia tudo sobre: CorinthiansMarcelo OliveiraTiteRoberto Carlos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG