Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Rumo à seleção, Lucas indica seus substitutos no São Paulo

Em tom de brincadeira, meio-campista disse que o grupo não sentirá sua falta e ainda citou Ilsinho e Marlos para sua vaga

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

O meia Lucas jogará neste domingo contra o Ceará, pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro, mas depois poderá desfalcar o São Paulo por até seis rodadas do torneio, dependendo da campanha da seleção brasileira na Copa América. O jovem de 18 anos lamentou deixar a equipe no momento bom, mas exalta a realização de um sonho, que é vestir a camisa amarela.

Siga o iG São Paulo e o autor Mário André Monteiro no Twitter

"A gente fica triste de deixar o time nesse momento. Mas jogar pela seleção é o sonho de todo jogador. Estarei torcendo de lá e sei que eles vão fazer um bom papel aqui. Eu quero voltar com o time na liderança. Temos qualidade para isso, elenco para isso. Quero deixar o time 100%, para se distanciar mais dos adversários. Quero voltar e dar sequência. Confio no grupo, mesmo com as ausências", disse o camisa 7.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

Lucas se apresenta ao time de Mano Menezes na próxima segunda-feira, mas já indicou quais os jogadores são-paulinos podem suprir sua ausência dentro do Brasileirão. "Tem jogadores que podem me substituir à altura, o grupo é forte. Não sei se vão sentir tanto a minha falta (risos). Tem o Ilsinho , o Marlos , que está jogando muito bem", analisou.

Vipcomm
Lucas em ação nesta quinta-feira, no CT
Sobre o novo esquema adotado por Carpegini, com apenas dois zagueiros, Lucas admitiu que a equipe vem se portando bem jogando dessa maneira. Para ele, tudo é questão de adaptação. "Nos adaptamos bem a esse esquema, tanto que vencemos quatro jogos nesse Brasileiro. O Carpegiani define o esquema e temos que nos adaptar", disse.

Segundo o jogador, o novo estilo de jogo da equipe está se mostrando um sucesso, principalmente, pela mescla entre jovens e experientes que o São Paulo conseguiu fazer. "Já está no sangue. Quero correr, mostrar serviço, partir para cima. É importate ter uma mescla. A garotada vai para cima, enquanto os mais velhos cadenciam. Isso é essencial", finalizou.

Leia tudo sobre: São PauloBrasileirão 2011Lucas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG