Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Roth observa melhor os adversários estrangeiros da Libertadores

Técnico aponta clubes fora do Brasil que já estão chamando a atenção, mas ressalta força dos brasileiros

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

Gabriel Cardoso
Roth: "O Argentinos é uma bela equipe"
O atual campeão da América tem tomado todos os cuidados para tentar manter o título da Libertadores em Porto Alegre. O Inter tem feito um bom trabalho de observação de todos os adversários. O técnico Celso Roth também procura acompanhar o máximo de partidas possíveis para conhecer melhor os rivais. Antes da competição começar ele havia dito que os brasileiros seriam os principais favoritos. Ele mantém a tese, mas acrescenta alguns clubes estrangeiros que já estão chamando a atenção.

"Os brasileiros continuam sendo as equipes com boas possibilidades, até pelo número que temos. O Argentinos Juniors também é uma bela equipe. O América é uma bela equipe, o último resultado não condiz com o que é o time. E tem outras ainda que não tiveram uma sequência de jogos suficiente para analisar", disse.

O Argentinos Juniors lidera o grupo 3. O time empatou com o Fluminense, no Rio de Janeiro, e venceu o América do México, em casa. Os mexicanos haviam vencido o Nacional, do Uruguai, na estreia, e perderam por 3 a 1 para o Argentinos, mesmo assim Roth destacou virtudes nos mexicanos.

Entre os brasileiros, o Cruzeiro é quem tem chamado a atenção. Foram dois jogos e duas vitórias por goleada. Com 4 pontos, o Inter tem o segundo melhor desempenho entre os clubes do país. O Grêmio tem uma vitória e uma derrota, e o Santos empatou na estreia.

"Me parece que a Libertadores deste ano é ainda mais difícil do que o ano passado. É uma impressão pelos primeiros jogos. São equipes experientes, jogadores que conhecem a competição e estamos vendo isso. As equipes são bem treinadas e é necessário que se tenha um cuidado para não ser surpreendido", avaliou Roth.

O Inter volta a campo na competição no dia 16 de março, quando visita o Jorge Wilstermann, da Bolívia. O adversário perdeu nas duas primeiras rodadas da Libertadores.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG