Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Roth cita exemplo de Messi para exigir marcação de Douglas

Meia do Grêmio terá de "recompor" a partir deste sábado contra o Palmeiras

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

Gazeta Press
Douglas terá de marcar adversários com Celso Roth
Se Messi, do Barcelona, o melhor do mundo, marca, Douglas, do Grêmio , o melhor do time, terá de fazer o mesmo. Com esta comparação, Celso Roth criou o mais novo capítulo de uma novela que acompanha o meia desde que foi contratado pelo clube gaúcho em 2010. O camisa 10, afinal, tem a obrigação de desenvolver papel defensivo?

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio e convide seus amigos

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

Roth entende que sim. Porém, alerta:

"Ele não vai, nem o Marquinhos, ou o Thiago Neves, ou o Ganso, ou o Ronaldinho Gaúcho, dar carrinho, chegar junto. Marcar, recompor, é participar. É possível para ele, o Escudero, o Miralles, o Leandro, fazer as duas coisas: marcar e atacar. É assim que um time ganha alma, passa a gostar de estar junto, correr junto, ou incentivar um companheiro a correr por ele".

Foi o que aconteceu no treino de sexta-feira. Após errar um passe e ficar parado, o jogador teve atenção chamada pelo treinador aos gritos e palavrões. A nova exigência, a começar contra o Palmeiras, neste sábado, às 18h30min, em São Paulo, é voltar para recompor espaço.

Julinho Camargo cobrava o mesmo, porém, sem sucesso. Renato Gaúcho dava total liberdade ao meia. E Silas, o primeiro treinador do atleta no Grêmio, chegou a discutir publicamente sobre as tarefas táticas. Claro que cobrando marcação.

Roth, nas suas duas entrevistas desde que foi contrato, na quinta-feira, citou Marquinhos como alternativa. Não chegou a dizer, porém, apontou o reserva como alternativa caso o titular não consiga desempenhar a nova função.

"O Douglas tem uma qualidade importante, é raro ver nos times de hoje. Aliás, temos dois, ele e o Marquinhos. Um é destro, o outro canhoto. Ambos são inteligentes, dão equilíbrio ao time, o tempo certo de fazer as jogadas. Mas é importante que tenham orientação", comparou Roth.

Leia tudo sobre: grêmiobrasileirão 2011douglas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG