Tamanho do texto

Nome do atacante foi encontrato por polícia em lista de vítimas de detetive particular contrato

Rooney marcou o segundo gol na vitória do Manchester United fora de casa
AP
Rooney marcou o segundo gol na vitória do Manchester United fora de casa
O atacante Wayne Rooney , do Manchester United, revelou nesta quinta-feira que foi procurado na semana passada pela Scotland Yard, a Polícia Metropolitana de Londres, devido a uma investigação sobre o acesso ilegal a telefones celulares de pessoas famosas por parte do jornal britânico News of the World . O tabloide

"Detetives da Scotland Yard vieram cedo e me mostraram alguns documentos. Parece que um jornal teve acesso a meu telefone", escreveu Rooney em seu Twitter. Os documentos aos que o atacante se refere são as páginas de uma agenda de propriedade do detetive Glenn Mulcaire, que prestou serviços particulares para o periódico, nas quais há uma lista de telefones na qual aparece o número do atleta, assim como o de alguns de seus conhecidos mais próximos.

O News of the World admitiu que realizou acessos ilegais a telefones celulares de famosos entre os anos de 2004 e 2006 para obter informações particulares. Uma fonte próxima a Rooney afirmou que o jogador do Manchester está "zangado por ter tido sua privacidade invadida". Já agente do atacante, Paul Stretford, está avaliando se vale a pena apresentar uma denúncia contra o jornal. EFE cl