Tamanho do texto

Jogador diz que não é responsável pela expulsão de Kompany, já que não era o árbitro da partida

selo

O atacante Wayne Rooney ironizou nesta segunda-feira as reclamações do Manchester City por conta da expulsão de Vincent Kompany no último domingo, durante a vitória do United por 3 a 2 sobre o rival , em partida válida pela Copa da Inglaterra. O jogador belga recebeu o cartão vermelho por falta cometida no português Nani aos 12 minutos do primeiro tempo.

Leia também: "City será campeão da Inglaterra", diz Mancini após eliminação

Técnico do Manchester City, Roberto Mancini disse que a pressão de Rooney sobre o árbitro Chris Foy causou a expulsão de Kompany . "É engraçado como as pessoas pensam que eu expulsei Kompany. Eu não sou o árbitro. Eu não dei o cartão vermelho. Mas foi um cartão vermelho claro. Carrinho com os dois pés", escreveu Rooney em seu perfil no Twitter.

Mancini disse que o City deve recorrer do cartão vermelho recebido por Kompany, que lhe rende uma suspensão de quatro jogos. O zagueiro Rio Ferdinand , do Manchester United , também usou o Twitter para defender a decisão de Foy. "Como pode haver qualquer debate sobre o cartão vermelho? Carrinho com os dois pés, cartão vermelho. Fato".