Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Rooney faz golaço e dá vitória ao United no clássico contra City

Camisa 10 marca de bicicleta aos 33 minutos do segundo tempo e garante triunfo por 2 a 1 sobre o rival

Gazeta |

Apagado no jogo até os 33 minutos do segundo tempo, o atacante Wayne Rooney completou um cruzamento de Nani de bicicleta, acertou o ângulo do goleiro Joe Hart, e garantiu a vitória do Manchester United sobre City por 2 a 1, em Old Trafford, na abertura da 27ª rodada do Campeonato Inglês. Agora, os líderes Red Devils tem 57 pontos, oito a mais que os rivais, terceiros colocados com um jogo a mais.

Esse gol de Rooney vem em uma temporada que destoa da carreira do inglês. Enquanto na passada ele marcou 26 vezes na Premier League, vice-artilheiro atrás de Didier Drogba, em 2010/11 o avançado balançou as redes apenas seis vezes, sendo cinco pela liga nacional.

Getty Images
Em má fase no Manchester United, Wayne Rooney decidiu o clássico com um lindo gol de bicicleta

Sem Berbatov, artilheiro do campeonato com 19 gols, no banco por opção de Ferguson, as principais armas ofensivas do dono da casa foram Nani e Ryan Gigs, em seu 33º clássico com a camisa do United. O primeiro gol, aos 41 minutos do primeiro tempo, saiu de um passe de primeira do galês para o português, que tocou na saída de Joe Hart.

Se Ferguson colocou seu principal goleador no banco, Mancini fez algo parecido, e não começou o jogo com o bósnio Edin Dzeko. O camisa 10 entrou apenas no segundo tempo e, em sua primeira jogada, completou cruzamento de Wright-Philips pela direita, a bola bateu em David Silva e entrou. O árbitro Marriner creditou o gol ao espanhol.

Com esse resultado, os Red Devils mantiveram o bom retrospecto em Old Trafford, onde haviam perdido apenas um dos últimos 26 clássicos. Além disso, se recuperaram prontamente da derrota para o vice-lanterna Wolverhampton na última rodada, que pôs fim à invencibilidade da equipe no Inglês.

O segundo colocado do campeonato é o Arsenal, com 50 pontos, que joga mais tarde neste sábado. Na próxima rodada, o United pega o Wigan, enquanto o City enfrenta o Fulham.

O jogo - Aos três minutos, Yaya Toure e Silva tabelaram pela ponta direita, o marfinense tocou para Tevez, dentro da área, que devolveu para o espanhol e, cara a cara com Van der Sar, o meia perdeu a primeira chance clara do derby.

A resposta veio aos 10 minutos, com Nani executando sua jogada característica, trazendo pela direita, cortando para o meio a arrematando de perna esquerda, mas a bola passou por cima do gol de Joe Hart. Travado, o jogo teve oportunidade de gol apenas aos 30 minutos, quando Tevez brigou com a zaga do United, Kolarov recolheu e arriscou de fora da área, mas errou por muito a meta do dono da casa.

Na sequência, Ryan Giggs cruzou da esquerda e Fletcher cabeceou firme, mas Hart defendeu com segurança. Pelo mesmo setor, Nani tentou da ponta da área, mas também foi impedido pelo jovem goleiro inglês. Principal arma ofensiva do United no primeiro tempo, o gol dos Red Devils saiu justamente pelos pés do português. Após fazer jogadas na esquerda e na direita, recebeu passe de Giggs pelo centro e tocou na saída de Hart.

O City voltou com tudo para tentar manter as chances de título. Logo aos 10 minutos, Silva fez boa jogada pelo meio, cortou para a esquerda e bateu forte, mas Van der Sar encaixou. Aos 15, o técnico Roberto Mancini mexeu na equipe, tirando o meia James Milner e colocando Dzeko, contratação milionária da janela de janeiro.

O italiano teve estrela. Na primeira jogada do camisa 10, Dzeko completou cruzamento de Shaun Wright-Philips pela direita, a bola ainda bateu nas costas de David Silva e enganou Van der Sar. O gol foi creditado ao espanhol.

Com o jogo empatado, Alex Ferguson foi obrigado a colocar o búlgaro Dimitar Berbatov em campo, artilheiro do Campeonato Inglês com 19 gols. No entanto, quem quase marcou foi o City, com Tevez cabeceando na pequena área para ótima defesa do goleiro holandês.

Aos 33 minutos, o apagado Wayne Rooney avisou que o United ainda manda em Manchester. Nani cruzou da ponta direita e o camisa 10 dos Red Devils completou com uma bicicleta perfeita, fazendo a bola entrar no ângulo direito de Joe Hart.

Leia tudo sobre: manchester unitedcityinglaterrafutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG