peça obrigatória - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ronaldo transforma meia elástica em peça obrigatória

Com as meias, atacante disputou as últimas cinco partidas do Corinthians no Campeonato Brasileiro sem ser substituído

Gazeta Esportiva |

As meias elásticas que corrigiram um problema de dilatação venosa (popularmente, conhecida como variz) na panturrilha esquerda de Ronaldo deverão acompanhar o atacante pelo resto de sua carreira. Nesta quinta-feira, ele revelou que se sente bem à vontade e seguro com o novo acessório.

"É uma meia normal, que aumenta a circulação do sangue e não me incomoda nem atrapalha no jogo. Vou continuar usando, como se fosse uma peça obrigatória do meu uniforme", comentou Ronaldo.

A satisfação do jogador é facilmente comprovada. Com as meias, ele disputou as últimas cinco partidas do Corinthians no Campeonato Brasileiro sem ser substituído. Um feito, levando-se em consideração o rendimento de Ronaldo em 2010: participou somente de 24 jogos e ficou fora de 41 (29 deles por lesões na panturrilha e no púbis).

A lesão de Ronaldo foi de difícil diagnóstico. O responsável pela descoberta foi o médico Alexandre Galeno, especialista em ultrassonografia do sistema músculo esquelético, que acabou contratado pelo Corinthians. Em entrevista, ele classificou o problema como "raríssimo" para um atleta.

A partir do diagnóstico, o cirurgião vascular Jorge Kalil (conselheiro do Corinthians) foi acionado para desenvolver as meias elásticas para Ronaldo. A ideia inicial era de que a solução fosse temporária. "Mas o assessório tem me ajudado bastante. A lesão na panturrilha, a última que sofri neste ano, incomodava muito. Quando comecei a usar as meias, isso mudou", aprovou o atacante.

Com a "peça obrigatória", Ronaldo pretende alcançar um recorde pessoal em participações consecutivas em jogos do Corinthians e disputar as últimas quatro rodadas do Brasileirão. "Dá para fazer isso. Meu corpo ainda chora muito de dor após os jogos, mas estamos atuando só uma vez por semana. Com 34 anos, já não tenho mais a mesma recuperação física de antes", lamentou.

A temporada de 2011 será a última de Ronaldo como jogador profissional. Dependendo do rendimento do astro no final deste ano, certamente as meias o acompanharão também em suas últimas aparições no gramados.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirocorinthiansronaldo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG