Atacante jogará 15 minutos no amistoso contra a Romênia nesta terça. A partida marca sua despedida da seleção

Ronaldo em seu último treino com a seleção brasileira no Pacaembu
Gazeta Press
Ronaldo em seu último treino com a seleção brasileira no Pacaembu
Gols e dores. O último treino de Ronaldo com a seleção brasileira teve o que mais marcou a sua carreira no futebol. Após participar do rachão, onde fez dois gols , o atacante revelou que na conseguiu suportar as dores no corpo.

“Cheguei no vestiário e pedi para o Runco (médico da seleção brasileira) uma injeção para melhorar as dores. Disse: ‘não importa o antidoping porque eu não vou jogar mais mesmo’”, contou o Ronaldo em entrevista coletiva. “Ele me deu uma injeção de anti-inflamatório e está tudo bem”, completou.

Nesta terça-feira, Ronaldo usará a camisa 9 da seleção pela última vez. Ele entrará aos 30 minutos e jogará até o final do primeiro tempo. “Quinze minutos é tempo pra caramba para mim. Eu comecei uma mini-preparação há duas semanas. A cada treino que eu dava, tinha que ficar um dia de repouso”, revelou.

O jogo contra a Romênia será a despedida de Ronaldo da seleção brasileira, mas não do futebol. O atacante ainda pretende disputar um amistoso com a camisa do Corinthians. Ele tem contrato com o clube até o final do ano, mas resolveu, em fevereiro, antecipar a sua aposentadoria, após a eliminação do time na fase preliminar da Libertadores da América contra o Tolima.

“Vai acontecer. Não temos uma data definida ainda, mas quero ter esse contato com a torcida do Corinthians”, disse Ronaldo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.