Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ronaldo e Adriano assistem à derrota do Corinthians no Pacaembu

Acompanhado pelo Fenômeno, o Imperador deixou estádio quando o São Caetano ainda vencia por 1 a 0

Gazeta Esportiva |

Após ser apresentado à torcida no campo do Pacaembu, Adriano foi recepcionado nas numeradas do estádio por Ronaldo e pelo presidente do Corinthians, Andrés Sanchez. Chegou pouco antes do primeiro gol do São Caetano e deixou o jogo antes do segundo tento adversário na derrota por 2 a 1.

Acompanhado pelo 'Fenômeno', um dos principais responsáveis por sua chegada ao clube do Parque São Jorge, o atacante chamou a atenção dos que estavam próximos, ouviu novos assobios e gritos com seu nome e acenou. Apesar do carinho dos fãs, Adriano não pôde corresponder a todas manifestações, já que estava cercado por vários seguranças.

Das numeradas, o ex-jogador de Flamengo, Roma, São Paulo e Inter de Milão acompanhou somente parte do primeiro tempo, incluindo o gol de pênalti de Eduardo, do São Caetano, aos nove minutos de partida.

Adriano, contudo, não ficou até o final da partida. Mais uma vez, foi acompanhado até a saída do Pacaembu por Ronaldo. Os dois abandonaram o jogo antes mesmo da equipe do ABC fazer seu segundo gol, novamente com Eduardo, aos dez minutos do segundo tempo, e de Paulinho descontar para o Corinthians.

A prática de deixar o estádio antes do final da partida era comum com o 'Fenômeno', que sempre aparecia nas numeradas do Pacaembu ao lado de Andrés Sanchez quando estava machucado ou suspenso e não podia estar em campo. E não foi a única instrução de Ronaldo que o jogador recém-chegado seguiu.

Saudado pelos torcedores com uma bandeira com sua caricatura ao entrar em campo, o atacante ouviu, logo em sua apresentação no clube, na semana passada, sugestão do Fenômeno para "conquistar a Fiel". O atacante seguiu à risca o que o ídolo corintiano disse e apareceu no Pacaembu com um boné da principal organizada do clube paulista.

Na sequência, ainda em campo, atirou uma camisa para as arquibancadas amarelas, que, tradicionalmente, abrigam as principais organizadas da equipe. Olhando para os fãs do local, fez sinal de positivo e bateu no peito, restringindo o resto do estádio apenas a acenos de longe, como ocorreu quando subiu às numeradas para ver parte do jogo.

Leia tudo sobre: campeonato paulista 2011adrianocorinthians

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG