Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ronaldo diz que "seria uma honra", mas nega convite para assumir o COL

Ex-jogador afirmou que não houve sondagem da CBF para que ele assuma o cargo na organização da Copa

Gazeta |

O ex-jogador Ronaldo esteve presente no paddock do Autódromo de Interlagos neste domingo, minutos antes do início do GP do Brasil, vencido pelo australiano Mark Webber, e negou que tenha recebido qualquer convite para assumir a frente do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014, conforme especulado durante a última semana.

Apesar de admitir que se sentiria honrado em ocupar o cargo e contribuir para a realização do evento em território brasileiro, o atual empresário de marketing esportivo garantiu não ter havido nenhum convite por parte de Ricardo Teixeira, o presidente da CBF.

"Não fui procurado e fiquei surpreso com essa especulação toda. Não sei de onde veio, de onde tiraram isso, mas seria uma honra. Até agora não tem nada, mas eu adoraria contribuir de alguma forma", comentou Ronaldo Fenômeno à TV Globo.

O boato surgiu depois que o presidente do Corinthians, Andrés Sánchez, foi anunciado como novo diretor de seleções da CBF a partir de janeiro. Segundo informações, o pentacampeão mundial também faria parte do projeto de Andrés na entidade que controla o futebol brasileiro.

Leia tudo sobre: copa 2014Comitê Organizador LocalRonaldoCBF

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG