Camisa 10 cria a jogada do pênalti, cobra e garante vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-PR

Mais uma vez, Ronaldinho Gaúcho foi decisivo para o Flamengo . E, desta vez, precisou de pouco mais de 30 minutos para resolver o jogo. Com um gol de pênalti, o camisa 10 garantiu a vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-PR , nesta quarta-feira, a primeira do clube na história da Copa Sul-Americana . O jogo de volta é no dia 24, na Arena da Baixada.

Ronaldinho Gaúcho voltou a brilhar marcando o gol da vitória do Flamengo no Engenhão
AE
Ronaldinho Gaúcho voltou a brilhar marcando o gol da vitória do Flamengo no Engenhão
Os times voltam a campo no fim de semana pelo Campeonato Brasileiro. O Flamengo terá o Figueirense pela frente, domingo, em Florianópolis, enquanto o Atlético-PR vai ao Morumbi jogar contra o São Paulo.

Com Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves no banco de reservas, o Flamengo começou mostrando certa vontade de pressionar o Atlético-PR. Logo aos cinco minutos, Jael chutou, a bola desviou na defesa e quase entrou.

Apesar do bom começo, o Flamengo tinha dificuldade para criar as jogadas. Com um titular em campo, o volante Cleber Santana, o Atlético-PR procurava trocar passes e administrar ao máximo a posse de bola.

Aos 18 minutos, o Atlético-PR conseguiu levar perigo. Depois de uma boa jogada de Wagner Diniz pela direita, Rodriguinho perdeu boa chance, finalizando mal na pequena área.

O jogo esfriou ainda mais e os times passaram a errar passes demais. Uma nova boa jogada aconteceu apenas aos 28 minutos, num chute despretensioso de Luiz Antônio, que quase terminou em um frango do goleiro Santos, do Atlético-PR.

Pelo lado do Flamengo, Jael se movimentava, procurando abrir espaços. Aos 45, o atacante quase marcou um belo gol, numa virada de esquerda, bem defendida por Santos.

O marasmo do primeiro tempo continuou no segundo. Apenas aos 11 minutos, o Flamengo criou uma boa chance, com Jael, que chutou a bola na cabeça de Rafael Santos, já na pequena área.

A animação tomou conta do Engenhão, quando o técnico Vanderlei Luxemburgo resolveu mexer por atacado. Ele colocou Ronaldinho Gaúcho, Thiago Neves e Renato nos lugares de David, Diego Maurício e Luiz Antônio, aos 14 minutos.

O Flamengo começou a pressionar. Aos 17, Thiago Neves quase marcou de cabeça. Em bom contra-ataque, Bottinelli perdeu boa chance, aos 20. Pouco depois, Renato arriscou de longe e Santos fez grande defesa.

Até que Ronaldinho lançou Jael e o goleiro Santos derrubou o atacante na área. O camisa 10 bateu e abriu o placar para o Flamengo, fazendo a festa da torcida no Engenhão, aos 37 minutos do segundo tempo. Aos 41, o time levou um susto, mas Felipe salvou em chute de Cleber Santana, garantindo a vitória.

FICHA TÉCNICA - FLAMENGO 1 x 0 ATLÉTICO-PR
Local: Engenhão, no Rio de Janeiro
Data: 10 de agosto de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques (MG)
Assistentes: Altemir Hausmann (RS) e Erich Bandeira (PE)
Cartões amarelos: David (Flamengo), Wendel (Atlético-PR)
Público: 2.761 pagantes
Renda: R$ 71.450,00

GOL
Flamengo: Ronaldinho Gaúcho, aos 37 minutos do segundo tempo

Flamengo: Felipe, Gustavo, David (Ronaldinho Gaúcho) e Ronaldo Angelim; Leonardo Moura, Aírton, Luiz Antônio (Renato), Bottinelli e Júnior César; Diego Maurício (Thiago Neves) e Jael
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Atlético-PR: Santos, Wagner Diniz, Gustavo, Rafael Santos e Marcelo Oliveira; Robston, Wendel (Guerrón), Fransérgio e Cléber Santana; Rodriguinho (Edigar Junio) e Morro García (Renan)
Técnico: Renato Gaúcho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.