Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ronaldinho protege Rodrigo Alvim de vaias da torcida do Flamengo

Técnico Vanderlei Luxemburgo dá conselhos ao jogador para evitar a perseguição dos torcedores no momento

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

Se o técnico Vanderlei Luxemburgo gosta de dizer que o time do Flamengo ainda está em formação, a lateral esquerda é a posição na qual ele mais mexeu. A bola da vez é Rodrigo Alvim, que conseguiu ter um rendimento melhor na vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo, quando as vaias da torcida já foram reduzidas. Amigo de infância de Alvim, Ronaldinho Gaúcho defendeu o companheiro de time.

Nos treinamentos, Ronaldinho procura incentivá-lo sempre que possível. O jogador disputou seu terceiro jogo consecutivo como titular. Antes, havia começado no empate em 3 a 3 com o Madureira e na vitória por 2 a 0 sobre o Duque de Caxias.

Vipcomm
Ronaldinho diz que Rodrigo Alvim (foto) entrou bem no time do Flamengo
"Foi maravilhoso. O time jogando bem, com tranqüilidade e alegria. Isso é bom para dar confiança para todos os jogadores que estavam sem confiança. O Rodrigo Alvim e o Deivid entraram e jogaram bem. Mas a torcida tem que entender que as vaias para o Alvim são para o Flamengo também", disse Ronaldinho.

Luxemburgo também se preocupou em orientar Alvim antes do clássico para evitar as vaias. O treinador até utilizou o seu começo no Flamengo como exemplo. Ele fez sua estreia em 1972 e, depois de alguns amistosos, atuou como titular no triangular final, quando foi campeão carioca.

"Falei para o Alvim fazer o simples, para não tentar fazer algo que provasse ao torcedor que ele sabe jogar bola. Se errar, começa a vaia. Assim, vai precisar botar algodão no ouvido. Toca para o Renato, Ronaldinho, Thiago e deixa eles jogarem. Quando fui jogar uma decisão em 1972, Liminha, Reyes, Zé Mário, Caju, os mais experientes, falaram para eu deixar com eles e guardei isso até hoje", comentou Luxemburgo.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG