Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ronaldinho pode ser anunciado pelo Flamengo neste sábado

Diretoria do clube carioca, representantes da Traffic e Assis, agente de Gaúcho, se reuniram no Rio de Janeiro nesta sexta-feira

Vicente Seda, iG Rio de Janeiro |

A novela envolvendo o futuro de Ronaldinho Gaúcho teve um capítulo importante na noite desta sexta-feira. O irmão e empresário do atleta, Roberto de Assis, se reuniu com a presidente do Flamengo Patrícia Amorim e com o vice de futebol Luiz Augusto Veloso, no Rio de Janeiro, e o clube ficou um passo à frente de Palmeiras e Grêmio na disputa pelo meio-campista. Falta agora apenas o "sim" de um dirigente que, na quinta-feira, disse preferir que o atleta jogasse no Flamengo em 2011.

"As negociações evoluiram, estamos conversando. Amanhã (sábado) temos um novo encontro com o Galliani (vice-presidente do Milan) e é ele que pode decidir sobre a liberação do jogador", disse Patrícia após a conversa, que também contou com as presenças de Julio Mariz e Fernando Gonçalves, presidente e diretor executivo da Traffic, respectivamente. A empresa ajudará o Flamengo a bancar a contratação.

Indagada sobre o acerto com o jogador, que já ocorreu, ela preferiu afirmar que não está tudo certo. E de fato, ainda não está. Adriano Galliani, vice-presidente do Milan, recebe os cartolas e Assis, em reunião que pode ser mera formalidade, se não mudar o discurso de dois dias atrás na coletiva no Copacabana Palace, ou um acerto definitivo. "Não está nada certo, nos falamos amanhã (sábado)", disse a presidente do clube carioca, despedindo-se dos jornalistas de plantão em frente à casa de Assis, na Barra da Tijuca.

O Flamengo aumentou em cerca de R$ 200 mil sua proposta inicial, chegando a um total de R$ 1,2 milhão de salário por mês, se equiparando ao valor oferecido pelo Palmeiras ao atleta. O encontro deste sábado a tarde com Galliani pode decretar o destino de Ronaldinho, já que o dirigente italiano está inclinado a aceitar a proposta de 3 milhões de euros - aproximadamente R$ 6,2 milhões - oferecida para rescisão contratual.

A reportagem do iG apurou ainda que o jogador solicitou a compra de um camarote no Engenhão para a sua família, bem como a promessa da diretoria do Flamengo de que haveria esforço na contratação de Vágner Love ou Adriano no meio da temporada, quando se abre a janela para transferências internacionais. O primeiro pedido só é possível de atender em jogos do clube, já que os camarotes fixos já foram todos negociados pelo Botafogo. O segundo depende de outros fatores alheios à vontade de Ronaldinho e da equipe carioca. Ele reservou um camarote para 20 pessoas na quadra do Salgueiro, escola de samba localizada na Zona Norte do Rio, para este sábado. Possível festa do Flamengo? Galliani dirá neste sábado.

Getty Images
Ronaldinho Gaúcho está bem próximo de acertar sua ida para o Flamengo

 

*Com colaboração de Mário André Monteiro, iG São Paulo

Leia tudo sobre: Ronaldinho GaúchoFlamengoMilanPalmeirasGrêmio

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG