Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ronaldinho acerta salários com o Grêmio, diz jornal

Segundo o "Zero Hora", meia fez um acerto com o Grêmio parecido com o que Ronaldo tem com o Corinthians

Gazeta |

A volta do meia-atacante Ronaldinho Gaúcho para o Brasil parece estar cada vez mais próxima de ser concretizada. De acordo com o jornal gaúcho Zero Hora, o jogador já acertou as bases salariais com o Grêmio, frustrando os planos de Palmeiras e Flamengo, e pode ser anunciado como jogador da equipe gaúcha nos primeiros dias de 2011.

Segundo os gaúchos, Ronaldinho fez um acerto com o Grêmio parecido com o que Ronaldo tem com o Corinthians. Ele ganharia, mensalmente, R$ 300 mil fixos por mês, além de cotas sobre cada novo negócio de patrocínio fechado a partir da exploração de sua imagem.

Atualmente, o jogador recebe, do Milan, cerca de R$ 800 mil mensais, mas não teria um problema em abaixar este valor. Para os gremistas, inclusive, o jogador "se pagaria" com ações de marketing. "Ronaldinho representará uma contabilidade à parte. Sua vinda não pode comprometer as receitas que o clube já tem", disse um dirigente ao jornal gaúcho.

O diretor-executivo de marketing do Tricolor Gaúcho, Paulo César Verardi, teve uma reunião nesta segunda-feira, em São Paulo, onde conversou com possíveis investidores interessados na imagem do atleta e saiu do encontro otimista. "Hoje, o Grêmio já é um dos fenômenos de venda de camisas no mundo. Com a chegada de Ronaldinho, acreditamos em um aumento de 40% na comercialização", projetou.

Além disto, o Grêmio acredita que o seu projeto de chegar a 100 mil sócios em 18 meses pode ser antecipada com a chegada do jogador.

Em relação à liberação do Milan, o empresário e irmão do jogador, Roberto Assis, irá à Itália após a virada do ano negociar o assunto. Ronaldinho não está nos planos do Milan para a próxima temporada, ainda mais depois da confirmação da contratação de Cassano. Assis acredita que os italianos não vão complicar a liberação, aceitando um valor bem abaixo da multa para rescindir com o atleta.

Leia tudo sobre: RonaldinhoGrêmioMilan

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG