Técnico interino e atacante Ciprian Marica elogiam "mais uma joia do futebol" brasileiro

Ciprian Marica, atacante da Romênia
Bruno Winckler
Ciprian Marica, atacante da Romênia
A seleção da Romênia fez o reconhecimento do gramado do Pacaembu nesta segunda-feira e após o treino final antes do duelo contra a seleção brasileira, nesta terça, às 21h50, o técnico Stefan Iovan e o atacante Ciprian Marica comentaram sobre a oportunidade de serem protagonistas na despedida de Ronaldo, mas além disso, de também presenciarem "in loco" um jogo de Neymar "mais uma joia do futebol brasileiro", nas palavras do treinador romeno.

"Neymar tem um talento fantástico, típico dos brasileiros, e é sempre bom poder vivenciar o surgimento de grandes jogadores", disse Iovan, treinador das seleções de base do país que assumiu o time principal interinamente após o pedido de demissão de Razvan Lucescu . Ele deixou o cargo no último sábado, após a vitória por 3 a 0 sobre a Bósnia pelas eliminatórias da Eurocopa.

Apesar dos elogios, Iovan é cético quanto à possibilidade de Neymar superar Ronaldo em conquistas ou em representatividade no futebol mundial. "Ele é promissor, mas será muito difícil chegar onde Ronaldo chegou. Falta muito a ele ainda", comentou Iovan.

Stefan Iovan, técnico interino da Romênia
Bruno Winckler
Stefan Iovan, técnico interino da Romênia

Para Ciprian Marica, atacante que defende o Stuttgart e que é um dos principais nomes do time, Neymar já é um grande jogador. Ele contou ao iG que assistiu pela TV à partida entre Brasil e Escócia, em março, e que notou ali que o santista tem tudo para estourar em breve no cenário mundial.

"Eu vi o jogo do Brasil contra a Escócia. Foi muito bem, tem um drible fácil. Bem brasileiro. Vai ser agradável vê-lo jogar em campo contra nós, mas esperamos conseguir pará-lo", comentou Marica, autor de dois gols na vitória da sua equipe contra a Bósnia. 

Segundo Marica, Neymar apresenta as características típicas para ser um grande jogador. Ele vê que no futuro Neymar pode igualar os feitos que Ronaldo atingiu na carreira. "Talvez. É provável. Ele é bastante jovem e já tem um grande nome no exterior. Será uma honra jogar com Ronaldo na sua despedida e com aquele que pode vir a ser o próximo Ronaldo quem sabe", disse Marica. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.