Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Romário vê Arena do Grêmio como possível sede da Copa de 2014

Ex-jogador elogiou principalmente o baixo custo e a entrega rápida do estádio, que atualmente não é cotado para receber jogos

Gazeta |

Após participarem do 9º Fórum Legislativo da Copa do Mundo de 2014, evento coordenado pelos deputados federais do Rio Grande do Sul Danrlei e Afonso Hamm, parlamentares visitaram as obras da Arena do Grêmio, estádio que está sendo construído na capital gaúcha. A visita faz parte da programação visando ao Mundial e contou com a presença de Romário, que exaltou o estádio.

Acompanhados do presidente do clube, Paulo Odone, e do presidente da Grêmio Empreendimentos, Eduardo Antonini, eles conheceram a nova casa gremista os membros das Comissões de Turismo e Desporto da Câmara Federal (CTD) e de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado.

Entre eles estavam a senadora Lídice da Mata, o secretário estadual de esporte, Kalil Sehbe e os deputados Jonas Donizetti , Romário, Acelino Popó Freitas Edinho Bez e Danrlei, além do presidente da Assembleia Legislativa, Adão Villaverde.

"A visita foi importante para sabermos as reais condições e o momento em que está a obra. Isso é importante porque todos ficam sabendo, inclusive nós lá em Brasília ficamos sabendo em que pé está a obra e o que nós podemos fazer para ajudar. Dentro do possível, caso seja necessário, ajudaremos", salientou o ídolo gremista Danrlei.

Para o deputado Romário, a Arena Tricolor poderia servir de modelo às demais obras de estádios do país. "Obras como essa do Grêmio, pelo custo que não é tão alto e, mais importante, pelo tempo que vai ser entregue, poderiam servir de modelo para alguns estádios que foram derrubados no país", ressaltou o parlamentar, que ainda disse não ter dúvidas de que a Arena pode brigar para ser uma sede do mundial.

"Se de fato a Arena ficar pronta até o final do ano que vem, e vamos torcer pra isso, não tenho dúvida de que esse estádio será com certeza sub-sede e, porque não, brigar com o Beira-Rio para ser uma sede da Copa?", destacou.

Antonini, animado com a possibilidade, também classificou a obra como 'modelo'. "As comissões são responsáveis por avaliar as obras da Copa no Brasil inteiro e eles disseram de forma bem clara que as obras da Arena são as mais avançadas, e em maior ritmo. É um modelo a ser seguido pelos demais estados", comentou o presidente da Grêmio Empreendimentos

Leia tudo sobre: copa 2014romáriocbfgrêmioarena tricolor

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG