Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Roma encara Shakhtar na Liga com mudanças dentro e fora de campo

Claudio Ranieri balança no cargo e definiu torneio como prioridade. Totti e Menez devem ser titulares

Gazeta |

As derrotas para Napoli e Inter de Milão no Campeonato Italiano causaram mudanças na Roma. Fora de campo, o técnico Claudio Ranieri balança no cargo novamente e já definiu a Liga dos Campeões da Europa como prioridade. Na escalação, jogadores como Francesco Totti e Jeremy Menez devem ser titulares no duelo de oitavas de final da principal competição européia, contra o Shakhtar Donetsk (UCR).

No revés para os napolitanos no Estádio Olímpico, mesmo palco do confronto desta quarta-feira, às 17h45 (Brasília), Ranieri colocou Menez em campo no intervalo, enquanto Totti entrou apenas aos 32 minutos do segundo tempo. O resultado deixou os gialorossi em oitavo lugar, a 13 pontos do líder Milan.

"Lutar pelo título neste ponto me parece um grande erro. Temos que mudar nossos objetivos agora, levantar nossas mangas e ver pelo que podemos brigar. Não somos os mesmos da temporada passada. Não estamos correndo como antes e precisamos entender por que", declarou o comandante após os dois gols de Edison Cavani na capital italiana.

Nos bastidores, a direção da Roma negocia o clube com grupos de investidores, e as negociações com o zagueiro francês Philippe Mexes seguem empacadas. Tudo isso também atrapalha a equipe, tanto que a presidente Rosella Sensi se reuniu com líderes do elenco, como o próprio zagueiro, De Rossi, Totti e Perrotta, sem a presença de Ranieri. "Mas apenas porque a presidente tem confiança em mim e não viu necessidade", explicou.

"Os meninos estão cheios de confiança. A derrota para o Napoli foi sentida, mas não por falta de vontade, apenas porque eles jogaram melhor. Espero uma bela partida contra uma senhora equipe, como esta de (técnico Mircea) Lucescu. Estamos muito ansiosos para avançarmos na Champions", avisou.

A vantagem da Roma pode ser a inatividade do adversário. Desde 8 de dezembro, quando ganhou do Braga pela fase de grupos da Liga dos Campeões, o Shakthar não disputa uma partida oficial. Graças à paralisação de inverno do Campeonato Ucraniano, o time foi obrigado a disputar nove amistosos, tendo vencido cinco. No nacional, lidera com 12 pontos de vantagem. "Os jogadores da Roma têm muita experiência no Campeonato Italiano e na Champions. Seus atacantes são muito habilidosos e podem decidir as partidas. Nossa vantagem é a juventude", analisou o treinador.

Lucescu não poderá contar com o zagueiro Oleksander Kucher, lesionado no joelho, o meio campo Vasyl Kobin, com problemas no tendão de Aquiles, e o volante Taras Stepanenko. O brasileiro Fernandinho se recuperou de uma perna quebrada e pode entrar no segundo tempo.

"Roma é um bom time, com jogadores experientes e grandes avançados, como Totti, Borriello, Vucinic e Menez, que podem criar problemas a qualquer momento", reforçou. "Nosso objetivo é marcar pelo menos um gol fora de casa, pois a partida em Donetsk será outra história. De qualquer forma, a Roma tem vantagem porque a Itália não tem pausa de inverno e a partida desta quarta é a nossa primeira em dois meses", lamentou o capitão Darijo Srna.

A confiança do lateral direito faz sentido, pois o time ucraniano ainda não perdeu em casa nesta temporada, após 16 jogos e 42 gols a favor, tendo sofrido apenas quatro.

FICHA TÉCNICA -  ROMA X SHAKHTAR DONETSK

Local: Estádio Olímpico, em Roma (ITA)
Data: 16 de fevereiro de 2011
Horário: 17h45 (Brasília)
Árbitro: Olegário Benquerença (POR)
Assistentes: Bertino Miranda (POR) e João Santos (POR)

ROMA: Doni; Cassetti, Burdisso, Mexes e Riise; De Rossi, Fábio Simplício, Perrotta e Menez; Totti e Vucinic. Técnico: Claudio Ranieri

SHAKHTAR DONETSK: Pyatov; Srna, Chrygrynsky, Rakytskyy e Rat; Gai, Hubschman, Jadson, Douglas Costa e Willian; Marcelo Moreno. Técnico: Mircea Lucescu

Leia tudo sobre: RomaShakhtarliga dos Campeõesfutebol mundialitália

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG