Tamanho do texto

Goleiro levou uma pancada na cabeça no final do jogo contra o Atlético-MG, mas se escalou para o próximo duelo

Completando a impressionante marca de 100 jogos seguidos com a camisa do São Paulo , o goleiro Rogério Ceni foi um dos personagens da vitória sobre o Atlético-MG, por 1 a 0 , na noite desta quarta-feira. No segundo tempo da partida, o capitão teve muito trabalho e garantiu o resultado com importantes interceptações.

Siga o iG São Paulo no Twitter e receba as informações do time do Morumbi

No final do jogo, em mais uma defesa difícil, Ceni levou uma pancada de Richarlyson na cabeça e ficou caído no gramado por cinco minutos. Segundo o próprio goleiro, nada que o tire do duelo de sábado contra o Grêmio , no Morumbi, pela 4ª rodada do Brasileirão.

Goleiro Rogério Ceni recebe atendimento após levar uma pancada na cabeça
AE
Goleiro Rogério Ceni recebe atendimento após levar uma pancada na cabeça
"Na hora fiquei tonto, vi estrelinha. Não sei se foi o pé ou o joelho do Richarlyson, pegou na região do lado da cabeça. Vou tomar um remédio para dor de cabeça e vai resolver", disse em entrevista para Rádio Estadão/ESPN.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

Rogério revelou que as dores no tornozelo quase o tiraram do duelo contra os mineiros, em Sete Lagoas, e prometeu estar quase recuperado para encarar os gaúchos na próxima rodada. "Tem o tornozelo que temos que melhorar ainda, mas hoje me senti melhor. São quase 8 horas por dia de fisioterapia. Ontem treinei, senti dor e quase nem vim para o jogo. Para sábado vai estar 90%", avisou.

O próprio técnico Paulo César Carpegiani, após a partida na Arena do Jacaré, avaliou que Ceni não era dúvida para o jogo contra o Grêmio e tratou de escalar o goleiro. "A princípio ele levou uma pancada no rosto, então acredito que não seja dúvida. Ele tem se recuperado bem do tornozelo e a presença dele é fundamental, até para não descaracterizar o time. Ele deve jogar sem maiores problemas", disse Carpegiani.

Rogério Ceni se mostrou bastante surpreso com a campanha do São Paulo até o momento, uma vez que vários jovens entraram na equipe recentemente e estão dando conta do recado.

"Só tenho a elogiar esses meninos. O Xandão é o mais velho da defesa. Eles têm muita vontade de vencer. Isso supre qualquer diferença técnica que exista. O Wellington e o Souto fizeram uma baita partida. É um time jovem, desentrosado, mas os meninos têm alma e dedicação".

Apesar de exaltar os garotos, o capitão do time sabe que o grupo precisa de reforços. E ele confia nos dirigentes são-paulinos. "É difícil conquistar um título numa situação como essa, mas é louvável o que estamos vivendo agora. Precisamos de jogadores com mais peso. Estamos esperando o Luis Fabiano, o Rhodolfo vai voltar. O Adalberto (diretor de futebol) acompanha o time no CT, trabalha para reforçar o São Paulo, é um cara inovador, tem visão de futebol. Dentro das possibilidades, espero que o clube possa trazer reforços para nos ajudar", concluiu.

A partida contra os gremistas no sábado, no Morumbi, será a 101ª seguida de Rogério Ceni com a camisa do São Paulo. O goleiro busca o recorde de Suli, arqueiro da equipe da década de 60 que atuou por 107 vezes consecutivas. O jogo diante dos gaúchos está marcado para 18h30.

Veja as imagens da vitória são-paulina :