Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Roger receita malandragem ao Cruzeiro no Pacaembu

A gente vai jogar contra uma torcida que pressiona o tempo todo. Vai ter 40 mil pessoas, lembra meia, projetando duelo com Corinthians

Agência Estado |

Malandragem, paciência e experiência. Essa, segundo o meia Roger, é a receita que pode levar o Cruzeiro a derrotar o Corinthians no jogo de sábado, no Pacaembu, pela 35ª rodada do Brasileirão.

Considerada uma espécie de decisão antecipada do torneio, a partida pode dar a liderança a uma das duas equipes, já que ambas estão com a mesma pontuação, a apenas um ponto do líder Fluminense.

E Roger fala com experiência. Campeão brasileiro pelo Corinthians em 2005, o meia cruzeirense alertou para as dificuldades que o time mineiro enfrentará no Pacaembu. "Não é um jogo impossível. A gente vai jogar contra uma torcida que pressiona o tempo todo. Vai ter 40 mil pessoas. Então, a gente tem que ser malandro, tem que ser paciente, tem que ser experiente. Não podemos nos abrir muito e também só defender", afirmou o jogador, em entrevista à rádio Itatiaia.

Apesar de não ter vaga garantida no time titular, Roger dá dicas de como o grupo do Cruzeiro deve proceder diante do Corinthians, independentemente de quem estiver em campo. "Temos de jogar de acordo com o que nos for apresentado", orientou o meia, um dos jogadores mais experientes do elenco cruzeirense.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirocorinthianscruzeiro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG