Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Roger afirma que faz futebol de Montillo crescer

Armador carioca disse que as atenções dos adversários ficam divididas entre ele e o colega argentino

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

O sonho da maioria dos treinadores é contar com um camisa 10 habilidoso, responsável pela criação das jogadas e que chegue com perigo ao gol adversário. No Cruzeiro, o técnico Cuca não pode reclamar que faltam atletas nessa posição. Nos dois primeiros jogos da Copa Libertadores de 2011, Roger e Montillo foram titulares. A dupla deu certo e, para o armador carioca, quando ele está em campo o futebol do argentino tende a melhorar.

Para Roger, os meias de criação estão em falta no futebol brasileiro. “Hoje em dia está em falta esse jogador, técnico e criativo. Muitas vezes os treinadores optam por jogadores mais fortes, que carregam a bola. Mas esses jogadores não têm essa qualidade de fazer um lançamento, colocar o companheiro na cara do gol”, analisou o armador.

O meia acredita que, quando o técnico Cuca opta por escalá-lo ao lado de Montillo, o desempenho do argentino melhora. “Está sendo muito bom esse entrosamento com o Montillo porque divide as atenções. Com um só em campo, a marcação fica maior. As atuações do Montillo melhoraram depois que eu entrei por conta disso. Nos dois primeiros jogos, quando não joguei, a marcação foi muito forte sobre ele. O importante é ter essas opções de qualidade.”

O atacante Wellington Paulista aprovou a dupla, já que facilita também seu estilo de jogo. “Fica mais fácil para mim, pois tenho opção de tocar para um dos dois. Estou sempre de costas, fazendo pivô, fica difícil de finalizar. Sempre que a bola vem para mim, faço o pivô para um dos dois, que têm muita qualidade”, analisou o camisa 9.
 

Leia tudo sobre: CruzeiroCampeonato Mineiro 2011Roger

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG