Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Robson diz não sentir o ¿peso¿ de vestir a camisa 10 do Santos

É importante a camisa 10 que já foi de Pelé, Giovanni, Diego e Ganso, mas não me sinto pressionado

Samir Carvalho, iG Santos |

O meia Robson, atual camisa 10 do Santos, declarou que não está sentindo o “peso” de vestir a camisa que já foi de Pelé, Giovanni, Diego, e que será devolvida ao meia Paulo Henrique Ganso, que está em fase final de recuperação de uma cirurgia no joelho, e deve voltar aos gramados no final de fevereiro.

"Sei que é muito importante jogar no Santos e muito mais com essa camisa 10 que já foi de Pelé, Giovanni, Diego e (atualmente) do Ganso, todos grandes jogadores, mas eu não me sinto pressionado, sei da minha responsabilidade e estou tranquilo, vou sempre procurar dar o meu melhor, seja com a 10 ou com outra camisa, como titular ou como reserva, o importante é sempre fazer meu melhor pelo time", afirmou Robson.

Robson atuou com a camisa 10 do Santos, e teve a responsabilidade de organizar as jogadas do time nos dois primeiros jogos da equipe nesta temporada: contra Linense e Mirassol. Apesar de não fazer nenhum gol neste inicio de temporada, o meia ajudou os atacantes santistas que já marcaram sete gols no Campeonato Paulista.

Desta forma, o técnico Adilson Batista deve manter o atleta no time titular que enfrenta o Grêmio Prudente neste domingo, no estádio Eduardo José Farah, em Presidente Prudente, pela terceira rodada do Paulista.

"O time vem numa batida boa, duas vitórias em dois jogos apesar do pouco tempo de treino e preparação. O Grêmio Prudente é um bom time e nós já estudamos a equipe. O nosso time vem numa sequência de jogos neste início de ano e ainda vai enfrentar o calor de Prudente que será mais um adversário, mas estamos preparados para fazer um grande jogo", disse o jogador.

Robson assumiu a camisa 10 do Santos após voltar de empréstimo do Avaí, clube que defendeu na temporada passada por empréstimo. Na ausência de Ganso, o jogador venceu a concorrência com Felipe Anderson e Victor Hugo na disputa pela posição.

 

 

Leia tudo sobre: santosrobsonpelégansodiegogiovanni

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG