Tamanho do texto

Atacante afirmou que gostaria de ter o meio-campista no Milan, mas aconselhou-o a não cometer seus erros

AFP
Robinho relembrou sua transferência ao Real Madrid para aconselhar o meia santista
Nesta sexta-feira, o atacante Robinho , do Milan , comentou a possível transferência de seu antigo parceiro de equipe no Santos , o meia Paulo Henrique Ganso , para a equipe de Milão. Sem chegar a um acordo com a equipe praiana, a jovem promessa já demonstrou seu desejo de atuar no futebol italiano e tem mantido conversas com jogadores brasileiros que vivem no país .

"O Ganso é um jogador que tem personalidade e, às vezes, acaba falando o que ele pensa e, por mais que ele tenha razão, a torcida é apaixonada pelo clube e sempre vai ficar a favor do clube, mesmo o jogador tendo razão ou não", disse Robinho, em entrevista ao Sportv .

O atacante do Milan aprovou a possibilidade de ter Ganso atuando ao seu lado na Europa, mas aconselhou o jogador a tomar cuidado com o modo como se desligará do clube. Robinho relembrou de sua conturbada transferência ao Real Madrid em 2005 e pediu para o jogador não repetir seus erros. Na ocasião, o atacante - que estava em litígio com o então presidente do clube, Marcelo Teixeira - se recusou a jogar para ser negociado com a equipe merengue e acabou sendo criticado pela torcida.

"Espero que ele venha, mas que saia do Santos pela porta da frente. Não cometa o erro que eu cometi quando saí. Ele é um grande jogador e com certeza vai fazer sucesso aqui no Milan. Se ele tiver que vir (para o Milan), depois pode voltar e terminar a carreira no Santos, porque ele é um grande jogador", continuou.

Robinho ainda comentou a atuação da diretoria santista na negociação com Paulo Henrique. Para o atacante, Neymar e Ganso foram tratados de maneiras distintas pelo clube. "Fiquei triste quando ele se machucou. O Santos não teve o mesmo tratamento que com Neymar. São dois grandes jogadores".