Evento foi marcado por depoimentos em vídeo de torcedores ilustres. Pleito está marcado para 28 de junho

O presidente do Vasco , Roberto Dinamite, lançou na noite desta terça-feira sua candidatura à reeleição para mais um mandato à frente do clube. O evento, realizado no Clube Trás os Montes, na Tijuca, Zona Norte do Rio, contou com depoimentos em vídeo de vascaínos ilustres, como Chico Anysio, Paulinho da Viola, Marco Palmeira, Sergio Cabral e Carlos Germano.

Em meio a um ato político, a nostalgia tomou conta da assembleia, com imagens de gols que marcaram a carreira do ex-jogador, maior artilheiro e maior ídolo da história do clube.

Roberto Dinamite tem como principal adversário o médico Pedro Valente, ex-vice de futebol de Eurico Miranda, na disputa pelo mandato para o triênio 2011/13. Também concorrem os candidatos José Henrique Coelho, Nelson Medrado Dias, Léo Gonçalves e Jayme Lisboa.

As eleições estão marcadas para 28 de junho. Pelo estatuto, os sócios elegem a chapa vencedora, que indicará 120 nomes para o conselho. A chapa perdedora terá direito a 30 cadeiras.

O presidente Roberto Dinamite (ao centro) participa de evento que lançou sua candidatura à reeleição
Hilton Mattos
O presidente Roberto Dinamite (ao centro) participa de evento que lançou sua candidatura à reeleição


Estes 150 conselheiros se juntarão aos 150 natos, formando, assim, o colégio eleitoral com 300 nomes. Durante as festividades, a situação, à frente da chapa “O sentimento tem que continuar”, anunciou também o lançamento do site "osentimentotemquecontinuar.com.br". No endereço eletrônico, os interessados terão acesso ao plano de campanha do atual presidente e a novos depoimentos não exibidos na solenidade.

O pleito, tradicionalmente, é realizado no fim do ano. Mas, como as eleições de 2006 foram anuladas em razão de fraude, somente em meados de 2008 Dinamite derrotou Eurico nas urnas, pondo fim a uma era de mais de três décadas do ex-dirigente, tachado como ditador, como homem-forte do futebol vascaíno.

Naquele ano, o Vasco foi rebaixado no Campeonato Brasileiro. No ano seguinte, porém, o clube fez a melhor campanha da Série B, sagrando-se campeão antecipado. Mas parou por aí. No Campeonato Carioca, foi mantido o jejum de títulos – o último foi em 2003.

Este ano, como parte de campanha, Roberto montou um time com jogadores conceituados, o que não ocorria há quase uma década. O clube trouxe Diego Souza, Leandro, Alecsandro e, por último, anunciou a contratação de Juninho Pernambucano, que será apresentado somente em junho. Além de apostar no futebol como estratégia de campanha, o Vasco está tentando ampliar o seu patrimônio.

A gestão Dinamite reformulou o vestiário, a sala de musculação, pintou as arquibancadas do estádio e do parque aquático. Conseguiu também mais patrocínios para a camisa oficial e, na semana passada, ganhou da prefeitura de Maricá um terreno de 150 mil metros quadrados para a construção de um centro de treinamento para as divisões de base.

Promessas contidas
O atual mandatário procura manter os pés no chão quando fala de promessas para a nova gestão. "Penso dia a dia, jogo a jogo, estamos focados na Copa do Brasil. Quero pagar os funcionários em dia, para termos um clube transparente, com respeito e dignidade", declarou Dinamite, que fez questão de destacar o diferencial de seu primeiro mandato para o último do antecessor Eurico Miranda.

"Em 2008, peguei o Vasco com dívidas, sem ter acesso a documentos, com o bonde andando já. Hoje o clube está reestruturado, com patrocínios e contratos firmados, o que o torna muito mais fácil de gerir".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.