Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Roberto Dinamite agradece aos torcedores por festa

Presidente do Vasco fica emocionado com mobilização da torcida nas ruas do Rio e em São Januário, sob chuva

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

Roberto Dinamite já comemorou diversos títulos pelo Vasco , mas ao que parece a recente conquista da Copa do Brasil não vai sair tão cedo da memória do ex-atacante, hoje dirigente. Em especial pela festa da torcida nas ruas do Rio , nesta quinta-feira.

"O que a torcida do Vasco fez hoje eu nunca vi torcida nenhuma do mundo fazer. Acompanharam o ônibus por mais de quatro horas, esperaram aqui em São Januário debaixo de chuva e estão fazendo essa festa linda. Esse é o Vasco que eu quero ver, alegre, feliz, confiante. Sofremos demais nos últimos anos e essa chuva aqui hoje também é para lavar nossa alma."

O meia Bernardo , um dos destaques da conquista, falou sobre o resgate do orgulho vascaíno. Conseguimos colocar o clube no lugar que ele nunca devia ter saído. O Vasco mereceu esse título pelo trabalho sério que realizou e por todas as dificuldades que passou", disse, exaltando também o papel do treinador. "A chegada do Ricardo Gomes deu alegria para esse grupo e juntos com a direção conseguimos dar essa taça para esta torcida maravilhosa. Quero ficar, minha família está se sentindo em casa, quero disputar a Libertadores no ano que vem e continuar sendo feliz aqui. O Ricardo Gomes me coloca para jogar, mesmo quando não sou titular. Ele me dá muita confiança e eu dou confiança para ele"

Herói da decisão , o atacante Eder Luis não quis saber de competir com o veterano Felipe pelo carinho da torcida. "Eu dei meu melhor, me esforcei demais, só que craque é o Felipe. Acredito que fiz meu melhor e hoje vejo que paguei o investimento que o Vasco fez em mim (pelo emprestimo com o Benfica). Por mim, hoje eu fico, continuo no Vasco."

O gerente de futebol Rodrigo Caetano teve o nome gritado pela torcida e também se emocionou. "Saber que eu contribui para esse título e para recolocar o Vasco no lugar que ele merece me deixa muito feliz e satisfeito", agradeceu, despistando sobre sua permanência no clube. Ele interessa ao Fluminense. "Quanto ao ano que vem, vamos ver o que vai acontecer, temos que sentar para conversar. A Libertadores é importante, mas quando aceitei o desafio de vir para o Vasco, o Grêmio tinha se classificado para a Libertadores, então depende do momento. Vamos refletir, ver se o clube quer que eu fique e se eu quero ficar."

Leia tudo sobre: VascoCopa do Brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG