Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Roberto Carlos revela pacto por título da Libertadores neste ano

Lateral-esquerdo do Corinthians disse que jogadores estão confiantes em fazer uma grande campanha

Bruno Winckler, iG São Paulo |

O Corinthians ainda precisa passar pelo Tolima, da Colômbia, antes de entrar na fase de grupos da Libertadores, mas entre os jogadores há uma promessa e um pacto: o de que o clube chegará ao menos à final do torneio, fato inédito para o Corinthians na sua história. Roberto Carlos confirmou que houve conversas entre os corintianos nas quais se comprometeram a fazer uma grande campanha e assim apagar a eliminação e o ano sem títulos no centenário do clube em 2010.

"Sempre existe conversas desse tipo e o nosso pacto é mais de responsabilidade de cada um, é de se concentrar mais, é se acostumar, é um título importante para nós e para o clube. Fizemos o pacto até com os que jogam pouco, para que quando entrarem, mostrem por que estão no Corinthians. Cada jogo da Libertadores será uma final. Espero que esse ano a gente consiga chegar a final e ao título", disse o lateral-esquerdo.

AE
Roberto Carlos promete sacrífico pela Libertadores
O Corinthians enfrenta o Tolima dia 26 no Pacaembu, pelo jogo de ida do mata-mata. A volta será em Ibagué, cidade distante 180 quilômetros de Bogotá, no dia 2. Quem passar entrará no equilibrado grupo 7 que já conta com Estudiantes, Cruzeiro e Guaraní, do Paraguai.

Roberto Carlos ainda lamenta o vacilo do Corinthians que ao não vencer o Goiás na última rodada do Brasileiro terminou o campeonato em terceiro lugar, o que obrigou o time a entrar na pré-fase de grupos da Libertadores. O lateral, porém, diz que diferente de 2010, os jogadores não estão "bitolados" com a competição continental.

"A gente poderia não empatar em Goiás, ir direto, e não jogar a prévia. Seria menos desgastante. agpora é Isso que está nas nossas mãos. Tenho visto muito jogos do Tolima, não é um time bobo, mas não é um excelente time. Vamos fazer um bom jogo aqui para jogar lá tranquilo. O que vai ajudar também é pensar nas três competições no ano (Paulista, Libertadores e Brasileiro) da mesma forma, sem ficar bitolados com a Libertadores. Vamos pelas três, a começar pelo Paulista e a Libertadores", disse.

Leia tudo sobre: corinthiansfutebollibertadoresroberto carlos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG